Choose a location

    Status® fungicida protetor para a soja
    Proteção de Cultivos Status® Fungicida

    Status®: fungicida protetor para a soja

    Não deixe que as doenças tirem a rentabilidade da sua lavoura de soja. Com o fungicida multissítio Status® você assegura a sanidade do cultivo.

    O uso de fungicidas protetores garante uma maior segurança para o produtor contra o desenvolvimento de doenças na lavoura de soja e é uma excelente ferramenta no manejo de resistência da doença.

    Com ação multissítio, Status® é um fungicida protetor que bloqueia várias fases de desenvolvimento do fungo.

    Veja aqui em quais fases da cultura da soja aplicar o Status® 

    Outra característica de Status® é a sua ação sobre doenças provocadas por bactérias como o crestamento bacteriano, comum nas regiões produtoras de soja. Apesar de serem consideradas secundárias, pode causar prejuízos se o manejo não for feito adequadamente.

    Veja aqui os resultados obtidos com Status®

    A baixa dose e sua fórmula diferenciada permite uma ótima cobertura foliar e mais duradoura. Status® também é excelente para o manejo de resistência de importantes doenças da soja.

    Download

    Faça o download da bula, ficha de segurança e ficha de informação de segurança do produto para mais informações.

    Status®
    Benefícios
    Melhor cobertura foliar.
    Maior persistência do produto na folha, protegendo a planta.
    Excelente ferramenta para o manejo de resistência na soja.
    Não promove obstrução (entupimento) das pontas.

    Ciclo de aplicação

    Acompanhe o posicionamento dos fungicidas da BASF para a cultura da soja:

    Resultados

    Veja os resultados obtidos com o uso de Status® associado ao Ativum® no controle da Ferrugem-Assiática

    Veja como melhorar a produtividade do seu cultivo com o fungicida Status®:

    Para mais informações sobre a bula, clique aqui.

    Cultivo de soja

    • cultura de soja

      O controle das manchas foliares no cultivo de soja deve iniciar aos 50-60 dias após a emergência. A segunda aplicação deve ser feita no estádio fenológico R1.

      Tabela de dosagem

      Doença
      Nome comum/científico
      Mancha Púrpura (Cercospora kikuchii), Crestamento Bacteriano (Pseudomonas savastanoi pv. glycinea)

      Dose (p.c.) mL/100 L de água
      -

      Dose (p.c.)
      L/ha
      0,5 - 1,5

      Dose (i.a.) g/100 L de água
      -

      Dose (i.a.)
      g/ha
      294 - 882

    Cultivo de algodão

    • cultura de algodão

      Para o controle da curuquerê na lavoura de algodão iniciar a aplicação quando o número de lagartas atingir duas lagartas por planta.

      Tabela de dosagem

      Doença
      Nome comum/científico
      Mancha Angular (Xanthomonas axonopodis pv. Malvacearum)

      Dose (p.c.) mL/100 L de água
      200

      Dose (p.c.)
      L/ha
      -

      Dose (i.a.) g/100 L de água
      117,6

      Dose (i.a.)
      g/ha
      -

    Cultivo de tomate

    • cultura de tomate

      O controle da requeima no cultivo de tomate deve ser iniciado entre 20 e 25 dias após o transplante das mudas e repetir a cada 7 dias.

      Tabela de dosagem

      Doença
      Nome comum/científico
      Pinta Preta (Alternaria solani), Requeima (Phytophtora infestans)

      Dose (p.c.) mL/100 L de água
      200 - 300

      Dose (p.c.)
      L/ha
      -

      Dose (i.a.) g/100 L de água
      117,6 - 176,4

      Dose (i.a.)
      g/ha
      -

    Composição

    Ingrediente Ativo
    Oxicloreto de Cobre

    Grupo Químico
    Inorgânicos

    Concentração
    588 g.i.a/L

    Formulação
    SC (Suspensão Concentrada)

    Embalagem

    2 x 5 L
    4 x 5 L

    Uso exclusivamente agrícola. Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e restos de produtos. Incluir outros métodos de controle do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Registro MAPA: Status® nº 6210.

    TOP