Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Segurança dos alimentos e preservação do meio ambiente movem o crescimento do mercado de biodefensivos

Movido pelas exigências dos consumidores e da cadeia produtiva, segmento de frutas e hortaliças é campeão na adoção de biopesticidas, consumindo 80% da produção mundial

A adoção de produtos biológicos no campo é uma realidade cada vez mais presente nas lavouras brasileiras e uma tendência nos diferentes cultivos, visto a mudança no perfil dos consumidores, que vem exigindo alimentos mais seguros e de qualidade em sua mesa. Nesse contexto, os produtores estão cada vez mais apostando nesse tipo de ferramenta, adotando os biofungicidas no combate as principais pragas e doenças nos diferentes cultivos.

O segmento de frutas e hortaliças é um dos que mais recebe a proteção de produtos biológicos. Para se ter ideia, cerca de 80% dos biopesticidas utilizados no mundo vão para a produção de hortifrúti (HF). O mercado global de biopesticidas é estimado entre três e quatro bilhões de dólares. Esse dados estão no Atlas do Agronegócio Brasileiro: Uma Jornada Sustentável, recém-lançado pela CropLife Brasil. A publicação também traz informações sobre o avanço do País nessa área. De 1991 até maio deste ano, o número de registros de produtos biológicos já chegava a 433. Foram 96 só no ano passado, quando foi lançado o Programa Nacional de Bioinsumos.

Todo esse cenário é uma consequência da evolução do agronegócio mundial pautada pelo equilíbrio entre o aumento da produção de comida, a segurança dos alimentos e a preservação do meio ambiente. Trata-se de uma exigência que vem desde os consumidores e passa por toda a cadeia produtiva, sob os olhares atentos de diversos órgãos públicos e privados de fiscalização e certificação. E o melhor caminho para transformar essas variáveis em soluções eficazes é a pesquisa científica.

A BASF aposta alto nesse conceito, como explica Eduardo Novaes, diretor de Marketing da Divisão de Soluções para Agricultura da empresa no Brasil: Brasil: “A BASF investe anualmente cerca de 900 milhões de euros em pesquisa e desenvolvimento de novas soluções para a agricultura”.

O sistema produtivo de frutas e hortaliças é de extrema importância no Brasil e é pensando nas necessidades dos agricultores que desenvolvemos tecnologias que proporcionam lavouras cada vez mais produtivas e sustentáveis
Eduardo Novaes
O executivo ressalta ainda a relevância do segmento de HF
lavoura-de-tomate.JPG

Exemplo do quanto a BASF está comprometida com o desenvolvimento sustentável da produção agrícola no Brasil e com o sucesso e o legado dos agricultores é a presença do Duravel® em seu portfólio de soluções. Este fungicida e bactericida biológico, produzido a partir da bactéria Bacillus amyloliquefaciens, marca a entrada da empresa no mercado de biofungicidas e amplia as possibilidades de proteção das lavouras. O produto é indicado tanto para o uso de forma integrada com soluções químicas, quanto para a aplicação em produções orgânicas de alimentos. Dessa forma, pode acompanhar a expansão do segmento de HF nas mais diferentes direções, inclusive em projetos de hortas urbanas, sistemas que vêm ganhando cada vez mais espaço e aumentando a disponibilidade de alimentos frescos e seguros nos grandes centros urbanos.

O Duravel® age criando uma proteção nas superfícies das plantas, e dessa forma impede a colonização de algumas das principais doenças que atacam folhas e raízes de frutas e hortícolas. A exemplo da mancha-bacteriana (Pseudomonas syringae pv. tomato) no cultivo do tomate, a rizoctoniose (Rhizoctonia solani) no cultivo da batata, a podridão-olho-de-boi (Cryptosporiopsis perennans) no cultivo da maçã e o mofo-cinzento (Botrytis cinerea) no cultivo de uva.  

Além de apresentar múltiplos modos de ação, o que amplia a segurança na prevenção de doenças, o Duravel® ainda reduz os riscos de surgir resistência dos fungos, pois age sobre todos os estágios de desenvolvimento desse patógenos. 

As soluções biológicas são importantes ferramentas no combate de resistência e oferecem um manejo sustentável ao longo dos anos. Isso está relacionado com o conceito de durabilidade, pela longevidade do tratamento com o biofungicida e bactericida
Rodrigo Pifano
gerente de Marketing de Hortifruti da BASF no Brasil

Quer receber outros conteúdos, estudos exclusivos, ebooks e convites para eventos?

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo:

Vegetables and fruits large overhead mix group on colorful background in studio

Hortaliças

Doenças como oídio, requeima e do gênero Alternaria prejudicam o cultivo de hortaliças. Confira as soluções integradas e sustentáveis da BASF!

BR-Duravel.png

Duravel® Fungicida

Proteja seu plantio com Duravel®, o novo biofungicida para o controle das doenças que mantem a sua lavoura ainda mais produtiva.

BR-header-lista-de-distribuidores-basf.jpg

Lista de Distribuidores

Confira os distribuidores da sua região.