Brasil
Agricultura
Brasil
Agricultura

Cultura da Maçã

Doenças como sarna-da-macieira podem impactar na qualidade e produtividade do cultivo de maçã. Para evitar perdas significativas faça um manejo correto com tecnologias diferenciadas.

Saiba como a BASF pode auxiliar no manejo fitossanitário eficiente da macieira

A sarna-da-macieira (Venturia inaequalis) é uma das doenças foliares mais severas do cultivo da maçã. Ela está presente em todas as regiões produtoras do Brasil e, se não forem tomadas as medidas adequadas de controle, a sarna- da-macieira pode causar perdas irreversíveis. A sua incidência é mais frequente em regiões com primavera fria e úmida, como é o caso da região sul, maior produtora de maçã do Brasil. Nos sintomas iniciais da doença são verificadas lesões em toda a superfície das folhas. A infecção nos frutos ocasiona deformação, rachadura e até a queda prematura. Assim, é necessário colocar em prática algumas medidas de controle como podar corretamente as plantas para facilitar a entrada de luz e impedir o acúmulo de umidade. No entanto, o manejo de controle mais utilizado é feito com a aplicação de fungicidas químicos de alto desempenho que protegem de forma eficiente o cultivo de maçã.

O produtor também precisa ficar atento à ocorrência da podridão-amarga (Colletotrichum gloeosporioides). Esta doença provoca sérios prejuízos nas áreas de clima quente e úmido. Após a queda das pétalas, os frutos podem ser infectados e caem facilmente. Isso ocasiona o apodrecimento das maçãs antes da colheita ou durante o processo de armazenamento. O manejo no controle da podridão-amarga na macieira começa com a remoção dos frutos infectados para que eles não sejam fonte de inóculo de futuras contaminações. Para o controle de plantas daninhas, pragas e uma brotação uniforme conheça os herbicidas, inseticidas, reguladores de crescimento e adjuvantes oferecidos pela BASF.

Confira as soluções BASF para a cultura da maçã

HERBICIDAS

Finale®
Heat®

REGULADOR DE CRESCIMENTO 

Dormex®

ADJUVANTES

Assist®
Break Thru®

Confira informações do Ciram

Centro de Informação de Recursos Ambientais e de Hidrometereologia de Santa Catarina

SELO CROPLIFE

Uso exclusivamente agrícola. Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e restos de produtos. Incluir outros métodos de controle do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Restrições temporárias no Estado do Paraná para a cultura da maçã: Polyram® DF para o alvo Botryosphaeria dothidea. Registro MAPA: Orkestra® SC nº 08813, Cabrio® Top nº 01303, Duravel® nº 22718, Delan® nº 01818604, Polyram® DF nº 01603, Tutor® nº 02908, Nomolt® 150 nº 01393, Verismo® nº 18817, Heat® nº 01013, Dormex® nº 01095, Finale® nº 0691.

Conheça nossas soluções