Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Soja: o manejo adequado na entressafra pode aumentar a produtividade na lavoura de verão

A sustentabilidade da produção de soja depende do sistema utilizado e do manejo adequado da entressafra.

Renan Umburanas - ESALQ-USP

manejo-adequado-na-entressafra.jpg

Na entressafra da plantação de soja o manejo adequado da área é estratégico para aumentar o potencial de produtividade. Foram elencados alguns pontos que contribuirão para o maior sucesso produtivo da sua lavoura, se adotados.

 

Culturas de cobertura

A introdução de culturas de cobertura na entressafra melhora as características físicas, químicas e biológicas do solo, bem como auxilia no controle de plantas daninhas, doenças e pragas. Além disso, contribui para aumento do teor de matéria orgânica, protege o solo da erosão, favorece o sistema de semeadura direta e reduz a proliferação de espécies daninhas.

Devido a variação de clima e ambiente nas diferentes regiões do Brasil, a recomendação de culturas de cobertura deve ser específica para cada região e não é possível fazer generalizações. Existem muitas espécies de culturas de cobertura que podem ser utilizados na entressafra, alguns exemplos são: milheto, nabo forrageiro, sorgo, braquiária, aveia, azevém, entre outras. Evite deixar o solo em pousio! O pousio aumenta o banco de sementes de plantas daninhas no solo.

 

Manejo de plantas daninhas

Após a colheita, não deixe as plantas daninhas crescerem livremente na sua lavoura. Estima-se que, em média, 15% das perdas de produtividade em uma lavoura são decorrentes da interferência das plantas daninhas, e em altas infestações essas perdas podem atingir níveis superiores a 80% (Embrapa, 2007).

A presença de plantas daninhas na entressafra aumenta o banco de sementes, isso resultará em maiores custos para manejo destas na próxima safra da soja. Uma única planta de buva, por exemplo, pode produzir mais de 200 mil sementes (Bhowmik e Bekech, 1993).

Pousios de 45 a 90 dias são suficientes para que algumas espécies de plantas daninhas atinjam estados avançados de desenvolvimento, o que as tornam tolerantes às principais espécies de herbicidas dessecantes (Embrapa, 2007).

Aplicação de herbicidas pós-colheita, bem como roçada da área, é importante. Ajudará na não proliferação de plantas daninhas resistentes, o que facilitará o controle nas próximas safras.

Busque sempre o manejo de práticas conservacionistas como manutenção de palha na superfície e o cultivo de culturas de cobertura na entressafra. Não deixe o solo exposto, evite a erosão!

 

Manejo de pestes

Evite o surgimento de plantas voluntárias (“tigueras”) de milho e soja na lavoura durante a entressafra e certifique-se que elas sejam controladas adequadamente. Estas plantas podem servir de hospedeiras de pragas e doenças que podem prejudicar de modo significativo sua lavoura futura.

A área possui histórico de nematoide de cisto (Heterodera glycines)? Vai plantar “soja sobre soja” (duas ou mais safras de verão seguidas com soja)? Procure utilizar cultivares com resistência ao nematoide de cisto, bem como rotação com culturas de cobertura.

 

Manutenção preventiva

A regulagem preventiva dos maquinários agrícolas aumenta a eficiência do processo. Por exemplo, isso permite que o fertilizante seja aplicado na taxa correta, para que o bico do pulverizador funcione de modo adequado, para que a semeadora “derrube” o número certo de sementes, entre outros; isso evita desperdícios de tempo, insumos e dinheiro. Imprevistos podem ser evitados com a manutenção preventiva na entressafra.

 

Planejamento próxima safra

Esse é o momento de avaliar a situação da sua lavoura, realizar análise de solo para planejar o uso de fertilizantes na próxima cultura e comprar os insumos, sementes e defensivos que serão utilizados.

Durante a safra, com constantes tomadas de decisão é difícil parar para planejamento de longo prazo. Avalie os rumos que a sua atividade agrícola está tomando, e explore diferentes meios de alcançar seus objetivos.

As lavouras de alta produtividade dependem mais do que acontece durante a safra do que quando a cultura é semeada. Porém, planejar a semeadura dentro do período ideal permite maior potencial de produtividade.

O uso de sementes de soja de qualidade é essencial para o bom estabelecimento da lavoura.

 

Aprendizado

O conhecimento ajuda na melhor tomada de decisão! Participe de conferências e encontros voltados a produtores, aprenda novas ideias e tecnologias. Reflita sobre estratégias utilizadas na última safra e procure investir no que traga retorno econômico.

Pesquisadores estão constantemente descobrindo novas informações e desenvolvendo tecnologias que ajudarão no futuro. Esteja informado sobre as novidades e busque mentoria com quem domina assuntos da sua cultura de interesse.

Produtor, o sucesso da sua atividade agrícola depende de várias frentes que estão interligadas. Consulte sempre um Engenheiro Agrônomo para amparar as suas decisões de manejo. Lembre-se, a entressafra é o momento de planejar e se preparar para a safra que está por vir. Decisões adequadas na entressafra sustentarão a alta produtividade da cultura futura.

Quer receber outros conteúdos, estudos exclusivos, ebooks e convites para eventos?

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo:

BR-cultura-da-soja.PNG

Soja

Plantas daninhas e doenças como a ferrugem asiática e a antracnose comprometem o cultivo da soja. Confira as soluções integradas da BASF!

logo_credenz.png

Credenz®

A Credenz é a Semente de Soja da BASF com diversas variedades para se adapatar em suas condições e oferecer maior produtividade por hectare com sementes de alta qualidade.

BR-header-lista-de-distribuidores-basf.jpg

Lista de Distribuidores

Confira os distribuidores da sua região.