Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Qual a temperatura ideal para o desenvolvimento da soja?

A soja é uma cultura agrícola amplamente adaptada a diversos ambientes, sendo cultivada em diferentes altitudes e latitudes pelo mundo. Leia para entender mais sobre o cultivo da soja.

BASF

temperatura-ideal-para-o-desenvolvimento-da-cultura-da-soja.jpg

Qual a temperatura ideal para o desenvolvimento da soja?

A cultura da soja é amplamente adaptada a diversos ambientes, sendo cultivada em diferentes altitudes e latitudes pelo mundo. Em relação a temperatura, a planta tolera uma ampla faixa de variação, mas existe uma faixa de temperatura ideal, onde os processos que regulam o funcionamento da planta ocorrem de forma mais satisfatória.

As temperaturas ideias são distintas ao longo do ciclo de desenvolvimento da soja (Setiyono et al., 2007). Quando nos afastamos muito dessa temperatura ideal, seja para temperaturas mais baixas ou mais altas, o funcionamento da planta é menos eficiente, podendo prejudicar seu crescimento, desenvolvimento e a produtividade (Zanon et al., 2018).

Do período da semeadura até a emergência, a temperatura do solo é extremamente importante, onde é ideal que a temperatura do solo esteja próxima de 25 ºC, para proporcionar uma germinação rápida e uniforme (Monteiro et al., 2009).

Após esse período podemos dividir o ciclo da planta em dois principais momentos:

Fase vegetativa - Emergência até o florescimento

Nesse período as temperaturas ideias são próximas a 30 ºC. Temperaturas baixas nesse período podem atrasar a emissão de novas folhas, demorando mais para que a lavoura consiga fechar a entre linha e favorecendo, assim, a competição com plantas daninhas e diminuindo a eficiência no aproveitamento de água e nutrientes.

tempertaturas-no-estagio-vegetativo-da-cultura-da-soja.jpg
Figura 1 Estágio de desenvolvimento de Emergência da plântula de soja e o momento do florescimento, períodos onde a temperatura ideal é de 30ºC (Adaptado de Ecofisiologia da Cultura da Soja Visando altas produtividades, 2018).

Fase Reprodutiva: Florescimento até o final do ciclo

Nesse momento a temperatura ideal é um pouco mais baixa, aproximadamente de 25 ºC. A planta torna-se mais vulnerável a temperaturas muito altas, próximas a 40 ºC. Temperaturas altas podem causar abortamento de flores e legumes, além de prejudicar a qualidade das sementes produzidas, quando se trata de uma área de produção de sementes (Monteiro et al., 2009).

temperatura-no-estagio-reprodutivo-do-cultivo-da-soja.jpg
Figura 2 - Estágio de desenvolvimento do florescimento da planta de soja até o momento do ponto de colheita, período onde a temperatura ideal é de 25ºC (Adaptado de Ecofisiologia da Cultura da Soja Visando altas produtividades, 2018).

O potencial de produtividade de uma plantação de soja é definido pela interação de fatores ambientais, genéticos e de manejo. A temperatura é apenas um dos fatores ambientais que definem o potencial produtivo de uma lavoura.

Como exercício, vamos conferir como foram as temperaturas ao longo do ciclo de desenvolvimento na lavoura de Vitor Ceolin, campeão da categoria irrigada do CESB 2018 (Comitê Estratégico Soja Brasil), no município de Pinhal Grande. Rio Grande do Sul:

temperatura-minima-e-maxima-do-ciclo-de-desenvolvimento-da-soja.jpg
Figura 3 - Dados de temperatura mínima e máxima obtidos a partir de estação meteorológica da rede Agroclima PRO BASF, localizada próxima a área irrigada campeã do CESB 2018.

As temperaturas nessa região estiveram próximas do ideal durante a maior parte do ciclo de desenvolvimento da cultura da soja, não ultrapassando as temperaturas superiores onde, mesmo com adequada disponibilidade hídrica no solo, as plantas poderiam sofrer algum estresse. Além da temperatura, os demais fatores ambientais, genético e dos manejos, realizados ao longo dos anos, permitiram esse elevado potencial produtivo.

Construído o potencial de produtividade de uma lavoura é o momento de proteger as plantas para permitir expressar da melhor forma esse potencial. Essa lavoura de 113sc/ha contou com diversas soluções BASF desde a semeadura até o enchimento de grãos.

Referências:

MONTEIRO, José Eduardo et al. Agrometeorologia dos cultivos: o fator meteorológico na produção agrícola. 2009.

SESB Comitê Estratégico Soja Brasil. 2018 Desafio de máxima produtividade safra 2017/2018.

SETIYONO, T. D. et al. Understanding and modeling the effect of temperature and daylength on soybean phenology under high-yield conditions. Field crops research, v. 100, n. 2-3, p. 257-271, 2007.

ZANON, Alencar Junior et al. Ecofisiologia da Soja Visando Altas Produtividades. 2018.

 

Quer receber outros conteúdos, estudos exclusivos, ebooks e convites para eventos?

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo:

BR-cultura-da-soja.PNG

Cultura da Soja

Plantas daninhas e doenças como a ferrugem asiática e a antracnose comprometem o cultivo da soja. Confira as soluções integradas da BASF!
Logo_Aumenax.jpeg

Aumenax®, novo fungicida para soja

Aumenax® é um fungicida que contribui para o máximo potencial produtivo da soja e proporciona proteção do ínicio ao fim da safra.
BR-header-lista-de-distribuidores-basf.jpg

Lista de Distribuidores

Confira os distribuidores da sua região.