Brasil
Agricultura

Saber combater a doença pode evitar perdas de até 40% de uma lavoura

Saber combater a mancha-alvo é hoje uma tarefa fundamental para os produtores de soja. Só assim é possível reduzir as perdas provocadas pela doença, que, quando não controlada adequadamente, pode comprometer até 40% da produção de uma lavoura. 

 

Causada pelo fungo Corynespora cassiicola, a mancha-alvo é tida como uma das grandes ameaças à agricultura brasileira, já que sua incidência vem aumentando nas últimas safras. 

Isso acontece porque seu patógeno desenvolveu resistência à maioria dos fungicidas disponíveis no mercado e também porque os produtores têm utilizado cada vez mais cultivares suscetíveis à doença.

Controle adequado da mancha-alvo

A melhor maneira para reduzir a presença da mancha-alvo nas lavouras é escolher uma cultivar tolerante ao patógeno causador da doença, ou seja, que sofra menos impactos quando em contato com ele. 

Além disso, é preciso investir no tratamento dessas cultivares utilizando outros métodos de controle e no sistema de rotação de culturas com espécies de gramíneas, como é o caso do milho. 

Aliadas a essas ações, o sojicultor deve fazer aplicações de fungicidas na lavoura, que são capazes de reduzir o avanço da doença ou até mesmo evitar que ela se instale na área. 

Produtos mais eficientes e modernos podem ser a solução

Daniel Holzhausen, consultor de Marketing de Soja da BASF, orienta que os produtores usem o  Blavity®, um fungicida altamente eficiente no controle da mancha-alvo e da ferrugem asiática.

 

O produto é indicado para pulverização foliar e atua impedindo a germinação dos esporos, seu desenvolvimento e penetração nos tubos germinativos. Ele também pode impedir o desenvolvimento dos patógenos após a sua infecção. 

ATENÇÃO: ESTE PRODUTO É PERIGOSO À SAÚDE HUMANA, ANIMAL E AO MEIO AMBIENTE. USO AGRÍCOLA. VENDA SOB RECEITUÁRIO AGRONÔMICO. CONSULTE SEMPRE UM AGRÔNOMO. INFORME-SE E REALIZE O MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS. DESCARTE CORRETAMENTE AS EMBALAGENS E OS RESTOS DOS PRODUTOS. LEIA ATENTAMENTE E INSTRUÇÕES CONTIDAS NO RÓTULO, NA BULA E NA RECEITA. UTILIZE OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL. Blavity® está registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento sob o número 10820.

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo: