Brasil
Agricultura

Arroz: quanto tempo leva entre o plantio e a colheita? | BASF

Diante da grande extensão territorial do Brasil, os prazos para plantar e colher qualquer cultura variam de acordo com as regiões do país, que apresentam condições climáticas e ambientais distintas. 

Por isso, a fim de evitar perdas nas lavouras causadas por chuvas em excesso ou por seca prolongada, por exemplo, existem os calendários agrícolas, que têm por objetivo orientar os produtores quanto às épocas ideais de plantio e colheita. 

Com base nesses calendários, no ciclo de desenvolvimento do arroz e na maturação dos seus grãos, é possível estipular quando será o período ideal da colheita do grão em cada estado brasileiro.

Continue a leitura e saiba qual é o melhor momento para colher arroz em qualquer região do Brasil.

Quando é o momento certo para colher?

Na cultura do arroz, o melhor momento para colher seus grãos é em períodos secos. Por isso, ao fazer o planejamento de sua safra os produtores devem fazer contas, estimando o tempo de cultivo para que a fase de colheita não caia em períodos de chuva.

Sendo assim, tudo começa pelo planejamento do plantio dos grãos que, de acordo com a Embrapa, também varia de uma região para outra do país e com o sistema de cultivo adotado, seja sequeiro, seja irrigado.

Conforme o órgão, geralmente o plantio do arroz em um sistema sequeiro ocorre entre os meses de outubro e dezembro, podendo ser estendido em algumas regiões até janeiro. Já o plantio do arroz irrigado pode ocorrer tanto entre julho e agosto, quanto entre outubro e novembro ou dezembro a janeiro. Tudo depende da região de plantio em questão. 

Para evitar erros no tempo certo de plantio das cultivares, a melhor estratégia é realizar uma análise da área de plantio junto a um técnico ou engenheiro agrônomo. Esses profissionais poderão analisar qual o melhor momento para plantar o arroz a partir de uma análise mais detalhada da região, do sistema de cultivo e das cultivares adotadas. 

Definido o prazo de plantio, está na hora de entender o ciclo de desenvolvimento de arroz. Assim, será possível estimar quanto tempo o arroz irá levar para ficar pronto para a colheita.

Entendendo o ciclo de desenvolvimento do arroz

O ciclo de desenvolvimento do arroz pode ser dividido em três fases: plântula, vegetativa e reprodutiva. Elas podem ter tempo de duração diferentes conforme a cultivar plantada e a região de cultivo. 

Porém, geralmente, todo esse ciclo ocorre, em média, entre 100 e 140 dias para o arroz plantado em um sistema de irrigação, e entre 110 e 155 dias para o arroz cultivado em sequeiro. Sendo assim, normalmente, o arroz leva de três a cinco meses para estar pronto para a colheita.

Mas, como esse prazo pode variar para mais ou para menos em cada região do país, a partir de critérios como clima, tipo de cultivar adotada e sistema de cultivo, há uma outra forma para determinar se o grão de arroz está pronto ou não para ser colhido: a maturação dos grãos.

Como identificar a maturação dos grãos de arroz?

Após completar o seu ciclo de desenvolvimento, a lavoura de arroz está pronta para ser colhida. Isso significa, segundo a Embrapa, que os grãos do cereal atingem a maturação ideal para que a colheita ocorra com as menores perdas possíveis e com a maior produtividade e rentabilidade. 

O que define exatamente o momento para a colheita do arroz é o grau de maturação dos grãos. Isso porque, se colhido antes ou depois do prazo ideal, o arroz não alcança todo o seu potencial de rendimento. 

O ponto de maturação dos grãos de arroz ocorre quando dois terços dos grãos do cacho do arroz ficam maduros. Isso significa dizer que os grãos precisam atingir uma umidade entre 18% e 23% (valor de referência para a grande maioria de cultivares existentes no mercado). 

Depois de atingir essa maturação, que normalmente acontece entre os dias previstos para o fim do ciclo do arroz, os grãos da cultura estão prontos para ser colhidos.

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo: