Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Controle de grama seda na cultura da cana-de-açúcar

Você sabe sobre o controle de grama no cultivo de cana-de-açúcar? Leia abaixo para saber mais.

Danilo Carvalho - ESALQ/USP

controle-de-grama-na-cultura-de-cana-de-acucar.jpg

A mato competição nas culturas, processo usado para identificar qual ou quais plantas daninhas interferirão ou inibindo a cultura alvo, é uma das causas mais comuns de perda de produção.

A ação implica na competição por fatores fisiológicos e abrigam organismos fitopatogênicos que podem prejudicar as plantas.

Atualmente, a grama seda (Cynodon dactylon) é uma das principais plantas invasoras da cultura da cana-de-açúcar, causando grandes perdas de produtividade. É uma planta daninha bastante agressiva e bem distribuída regionalmente no Brasil, possuindo estruturas filológicas que dificultam o controle.

Uma vez que a grama seda esteja instalada no canavial é importante iniciar o controle o mais breve possível e a forma mais eficaz de controle é durante a reforma do canavial, além do uso de manejo químico integrado.

Logo após a última colheita da cana, com a cultura e grama seda brotada, aplica-se geralmente um herbicida pós e pré-emergente (glifosato com imazapyr) e segue-se as recomendações de um engenheiro agrônomo responsável.

Após aplicação dos herbicidas, recomenda-se duas gradagens com intervalos de 20 a 30 dias para reduzir as estruturas de reprodução, e facilitar a absorção dos herbicidas.

É fundamental respeitar o período de carência entre a aplicação dos herbicidas até o momento do plantio. Geralmente é possível alcançar resultados de eficiência de até 90% com a utilização deste método, porém em casos de altas infestações e possíveis escapes devido ineficiência operacional, é possível fazer aplicações manual localizadas seguindo as recomendações de um Engenheiro Agrônomo.

Como forma de prevenção podemos seguir simples recomendações como limpeza de maquinários e veículos que circularam por áreas infestadas com a grama, plantio de cultivares de brotação e fechamento rápido, e utilização de herbicidas de longo residual, visto que a grama seda permanece nos canaviais durante o ano inteiro.

Quer receber outros conteúdos, estudos exclusivos, ebooks e convites para eventos?

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo:

cana.jpg

Cana-de-açúcar

Doenças, plantas daninhas e pragas provocam prejuízos na plantação de cana-de-açúcar. Descubra soluções inovadoras e sustentáveis para o manejo eficiente.

BR-AgMusa.png

AgMusa™ Agricultura de mudas sadias

Garanta a excelência no cultivo de cana-de-açúcar através de AgMusa™, as mudas pré-brotadas da BASF oriundas de material genético com elevado vigor e que permite a introdução rápida de variedades mais ricas e produtivas.

BR-header-lista-de-distribuidores-basf.jpg

Lista de Distribuidores

Confira os distribuidores da sua região.