Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Manejo eficiente da cultura do Feijão

Nessa página você encontrará informações sobre a melhor maneira de não deixar que doenças como o mofo branco e antracnose prejudiquem a produtividade da sua lavoura de feijão. Por isso, a BASF apresenta um portfólio com soluções inovadoras para te auxiliar com um excelente controle da plantação! 

Portfólio

Conheça as soluções BASF para o cultivo do Feijão e os momentos de aplicação!

Clique nos botões para navegar na imagem 

Dicas no Manejo

Produzimos uma série de conteúdos para te instruir melhor sobre o manejo do cultivo e as melhores práticas com os produtos BASF

O mofo branco e a antracnose são consideradas as principais doenças da cultura do feijão e estão presente em todas as regiões produtoras do país.

Com maior frequência em altitudes acima de 600 metros, temperaturas amenas e alta umidade do solo, o mofo branco pode reduzir a produtividade, aumentar o custo por hectare, interferir na qualidade dos grãos e sementes, e servir como fonte de inóculo na contaminação de outras áreas. Assim, o controle químico tem se mostrado uma ferramenta essencial para reduzir a incidência da doença, principalmente com o tratamento de sementes e aplicações foliares de fungicidas. 

A antracnose é uma das doenças de maior importância da cultura do feijoeiro, podendo causar perdas de até 100%. É uma doença cosmopolita, ocorrendo em locais de temperatura baixa a moderada e alta umidade.

O controle da doença inclui o emprego de sementes de boa qualidade, o uso de cultivares resistentes, o tratamento químico e as práticas culturais como rotação de culturas e eliminação dos restos culturais.

Uso exclusivamente agrícola. Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e os restos de produtos. Incluir outros métodos de controle do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Registros MAPA: Standak® Top nº 01209, Amplo® nº 0508, Basagran® 600 nº 0594, Poquer® nº 8510, Opera® Ultra nº 9310, Orkestra® SC nº 08813, Status® nº 6210, Spot® SC nº 0516, Nomolt® 150 nº 01393, Pirate® nº 5898, Heat® nº 01013, Fastac® Duo nº 10913, Finale® nº 000691.

Conheça nossas soluções