Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Nomolt® 150 | Inseticida multicultura da BASF Soluções para Agricultura

Não permita que as lagartas tirem o potencial produtivo da sua lavoura. Com o inseticida Nomolt® 150 você tem um excelente controle das lagartas que atacam a sua cultura.

As lagartas podem prejudicar a produtividade do seu cultivo de soja. Por isso, é importante fazer o monitoramento constante nas lavouras. Dependendo da espécie do inseto e da época da incidência pode haver uma grande redução da capacidade produtiva ou até mesmo a morte das plantas. Isso compromete diretamente a rentabilidade do agricultor.

Nomolt® 150 é eficiente no controle de importantes lagartas no cultivo da soja, agindo como um regulador de crescimento do inseto, com alta seletividade aos inimigos naturais.

Parceiro ideal do agricultor, Nomolt® 150 é uma excelente ferramenta para proteção da biotecnologia nos cultivos de soja e milho e tem registro para mais 40 culturas diferentes.

Outras recomendações de Nomolt® 150 são o manejo da lagarta curuquerê no algodão, da traça-da-batatinha na batata, da lagarta-do-cartucho no milho e da traça-do-tomateiro no tomate.

Nomolt® 150

Benefícios

  • Maior período de controle das principais lagartas, com amplo residual.
  • Controle de lagartas na fase inicial de desenvolvimento.
  • Eficiência comprovada em lagartas de difícil controle.
  • Excelente ferramenta para a proteção da biotecnologia.
  • Altamente seletivo para inimigos naturais das pragas.

Bula Nomolt® 150

Veja como melhorar a produtividade do seu cultivo com o Nomolt® 150

Para mais informações, faça o download da bula aqui.

p.c. = Produto comercial (1 Litro de Nomolt® 150 equivale a 150 g i.a. Teflubenzurom).

i.a. = Ingrediente ativo.

* Adicionar adjuvante não iônico na dose de 0,2 - 0,5% v/v na calda de pulverização.

** Adicionar adjuvante não iônico na dose de 0,5% v/v na calda de pulverização.

*** Melancia: Máximo de 3 aplicações antes do florescimento. Se necessário aplicar em até 20 dias após o florescimento, realizar única aplicação de 200 mL p.c/ha.

**** Utilizar as maiores doses em áreas de alta incidência da praga ou para se conseguir um maior período de controle.

***** U.N.A. - Uso Não Alimentar – número de aplicações não definido para cultivos ornamentais e florestais. Atentar para as INFORMAÇÕES SOBRE MANEJO DE RESISTÊNCIA A INSETICIDA.

BR-cultura-da-soja.PNG

No cultivo de soja o manejo deve ser feito assim que for detectado o ataque das lagartas. Para o controle da Helicoverpa armigera é necessário monitorar a área observando o momento das primeiras posturas, acompanhar a evolução dos ovos e realizar a aplicação quando eclodirem as primeiras lagartas. O monitoramento constante é fundamental para o bom manejo de pragas nas lavouras, já que as lagartas podem migrar para as partes mais baixas das plantas, dificultando o seu contato com os inseticidas.

Tabela de dosagem

Alvo biológico
Nome comum/científico
Lagarta-da-soja (Anticarsia gemmatalis)

DOSE
mL p.c./ha
80

DOSE mL p.c./100 L de água
-

Volume de calda (L/ha)
100 - 200

N° Máximo De Aplicações
3

Alvo biológico
Nome comum/científico
Lagarta-falsa-medideira (Chrysodeixis includens)

DOSE
mL p.c./ha
125 - 150

DOSE mL p.c./100 L de água
-

Volume de calda (L/ha)
150

N° Máximo De Aplicações
3

Alvo biológico
Nome comum/científico
Lagarta-helicoverpa (Helicoverpa armigera)

DOSE
mL p.c./ha
150

DOSE mL p.c./100 L de água
-

Volume de calda (L/ha)
100 - 200

N° Máximo De Aplicações
3

Alvo biológico
Nome comum/científico
Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda)

DOSE
mL p.c./ha
125 - 150

DOSE mL p.c./100 L de água
-

Volume de calda (L/ha)
150

N° Máximo De Aplicações
3

600-02886299
© Koolstock
Model Release: No
Property Release: No

Cotton Crop, Cotton Plant Close-up, Australia

Para o controle da curuquerê na lavoura de algodão iniciar a aplicação quando o número de lagartas atingir duas lagartas por planta.

Tabela de dosagem

Alvo biológico
Nome comum/científico
Curuquerê (Alabama argillacea)

DOSE
mL p.c./ha
50

DOSE mL p.c./100 L de água
-

Volume de calda (L/ha)
100 - 200

N° Máximo De Aplicações
3

BR-cultura-da-batata.jpg

Na lavoura de batata o controle da traça-da-batatinha deve iniciar assim que ela for identificada na lavoura.

Tabela de dosagem

Alvo biológico
Nome comum/científico
Traça-da-batatinha (Phthorimaea operculella)

DOSE
mL p.c./ha
150 - 250

DOSE mL p.c./100 L de água
25

Volume de calda (L/ha)
600 - 1000

N° Máximo De Aplicações
3

BR-cultura-do-milho.png

No cultivo do milho iniciar o tratamento no aparecimento da praga (lagarta-do-cartucho).

Tabela de dosagem

Alvo biológico
Nome comum/científico
Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda)

DOSE
mL p.c./ha
50 - 100

DOSE mL p.c./100 L de água
-

Volume de calda (L/ha)
100 - 200

N° Máximo De Aplicações
2

BR-cultura-do-tomate.png

No cultivo do tomate iniciar o tratamento com o Nomolt® 150 assim que aparecerem os primeiros insetos na área. Se necessário, reaplicar com intervalo de uma semana.

Tabela de dosagem

Alvo biológico
Nome comum/científico
Traça-da-batatinha (Phthorimaea operculella), Traça-do-tomateiro (Tuta absoluta)

DOSE
mL p.c./ha
-

DOSE mL p.c./100 L de água
25

Volume de calda (L/ha)
600 - 2000

N° Máximo De Aplicações
3

Composição

Ingrediente Ativo
Teflubenzurom

Grupo Químico
Benzoiluréia

Concentração
150 g.i.a/L

Formulação
SC (Suspensão Concentrada)

Embalagem

10 x 1 L
24 x 0,25 L
4 x 5 L

SELO CROPLIFE

Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e restos de produtos. Incluir outros métodos de controle dentro do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Uso exclusivamente agrícola. Registro MAPA: Nomolt® 150 nº 01393.

Conheça nossas soluções