166221696
Brasil
Agricultura
Brasil
Agricultura

Finale®, herbicida multicultura

Controle de forma efetiva as plantas daninhas de difícil controle em diversas culturas com o herbicida Finale®.

Plantas daninhas podem prejudicar as lavouras, diminuindo de maneira significativa a qualidade do cultivo e a produtividade. Pensando no equilíbrio entre eficácia deste controle e a velocidade de ação apresentamos o Finale®, herbicida multicultura.

Este produto contém Glufosinato de Amônio, um herbicida de contato, não-seletivo que possui um amplo espectro de controle sobre as plantas daninhas. E uma das grandes vantagens é que ele pode ser misturado com glifosato. Isto quer dizer que o mecanismo de ação do Finale® é diferenciado.

Além disso, a dessecação e controle completo das plantas daninhas se dá em apenas 1 ou 2 semanas.

Informações Técnicas

Faça o download da bula, ficha de segurança e ficha de informação de segurança do produto para mais informações.

Finale®

Benefícios

  • Produto multicultura

  • Amplo espectro de ação em plantas daninhas

  • Mecanismo de ação diferenciado: Nenhum caso de resistência natural no mundo

  • Controle de gramíneas e folhas largas em fases iniciais

  • Compatível em misturas com glifosato

  • Pode ser utilizado em aplicações aéreas

Veja como melhorar a produtividade do seu cultivo com o Finale®:

Para mais informações sobre a bula, clique aqui.

Cultivo de Soja

Tabela de dosagem

Alvo biológico
Nome comum/científico

Capim-marmelada (Brachiaria plantaginea), Capim-colchão (Digitaria sanguinalis), Amendoim-bravo (Euphorbia heterophylla), Nabo (Raphanus raphanistrum), Picão-preto (Bidens pilosa), Poaia (Richardia brasiliensis), Caruru (Amaranthus viridis), Beldroega (Portulaca oleracea), Trapoeraba (Commelina benghalensis)

Dose*
L/ha

2,5 + 0,2% v/v de óleo vegetal ou mineral

Recomendação
Para aplicação no sistema Plantio Direto: Aplicar na fase de pré-semeadura, em pós-emergência das plantas daninhas, em área total. Para o controle de capim-colchão e capim-marmelada, realizar o controle quando as plantas estiverem com até 2 perfilhos. Para o controle de amendoim-bravo, nabo, picão-preto, poaia, caruru e beldroega realizar o controle quando as plantas estiverem com até 6 folhas. Para o controle de trapoeraba realizar o controle quando as plantas estiverem com 2 a 4 folhas. Recomenda-se uma única aplicação por ciclo da cultura.

Alvo biológico
Nome comum/científico

Trigo (Triticum aestivum), Aveia (Avena sativa), Cevada (Hordeum vulgare), Azevém (Lolium multiflorum), Centeio (Secale cereale), Triticale (Triticum secale)

Dose*
L/ha

3,0 + 0,2% v/v de óleo vegetal ou mineral

Recomendação
Para aplicação no sistema Plantio Direto: Aplicar na fase de pré-semeadura, em pós-emergência das plantas daninhas, em área total. Para o controle de capim-colchão e capim-marmelada, realizar o controle quando as plantas estiverem com até 2 perfilhos. Para o controle de amendoim-bravo, nabo, picão-preto, poaia, caruru e beldroega realizar o controle quando as plantas estiverem com até 6 folhas. Para o controle de trapoeraba realizar o controle quando as plantas estiverem com 2 a 4 folhas. Recomenda-se uma única aplicação por ciclo da cultura.

Alvo biológico
Nome comum/científico

Capim-amargoso (Digitaria insularis), Capim-carrapicho (Cenchrus echinatus), Capim-camalote (Rotboellia exaltata), Carrapicho-de-carneiro (Acanthospermum
hispidum
), Erva-quente (Spermacoce latifolia), Buva (Conyza bonariensis)

Dose*
L/ha

2,5 a 3,0 + 0,2 % v/v de óleo vegetal ou mineral

Recomendação
Para aplicação no sistema Plantio Direto: Aplicar na fase de pré-semeadura, em pós-emergência das plantas daninhas, emárea total. Para buva realizar a aplicação quando as plantas daninhas estiverem com até 12 cm de altura. Em carrapicho-de-
carneiro quando as plantas daninhas estiverem com até 4 folhas. Em capim-amargoso, capim- carrapicho e capim-camalote,realizar a aplicação sobre as plantas daninhas oriundas de sementes até o estádio de desenvolvimento de 3 perfilhos. Recomenda-se uma única aplicação por ciclo da cultura.

Alvo biológico
Nome comum/científico

Uso para dessecação

Dose*
L/ha

2 + 0,2 % v/v de óleo vegetal ou mineral

Recomendação
Para dessecação: Utilizar a dose de 2,0 L/ha do produto + 0,7 L/ha (0,2 % v/v) de óleo vegetal ou mineral, aplicado sobre a cultura, 10 dias antes da colheita. Recomenda-se uma única aplicação por ciclo da cultura.

Cultivo de trigo

Tabela de dosagem

Alvo biológico
Nome comum/científico

Capim-carrapicho (Cenchrus echinatus), Capim-pé-de-galinha (Eleusine indica), Capim-colchão (Digitaria sanguinalis), Arroz (Oryza sativa), Picão-preto (Bidens pilosa), Guanxuma (Sida cordifolia), Erva-quente (Spermacoce alata), Soja (Glycine max), Caruru (Amaranthus viridis)

Dose*
L/ha

2,0 + 0,2% v/v de óleo vegetal ou mineral

Recomendação
Aplicação no sistema Plantio Direto: Aplicar em pré-semeadura da cultura, em pós-emergência das plantas daninhas, em área total. A cultura deve ser semeada 7 dias após a aplicação do produto. Caruru e guanxuma devem ter até 4 folhas. Para o controle da buva oriunda de sementes, realizar a aplicação na dose de 1,5 a 2,0 L/ha quando as plantas daninhas estiverem com até 2 folhas. Para o controle das gramíneas como o capim-amargoso, aplicar sobre as plantas daninhas oriundas de sementes na dose de 2,0 L/ha até o estádio de desenvolvimento de 1 perfilho. Recomenda-se uma única aplicação por ciclo da cultura.

Alvo biológico
Nome comum/científico

Buva (Conyza bonariensis)

Dose*
L/ha

1,5 a 2,0 + 0,5 de óleo vegetal ou mineral

Recomendação
Aplicação no sistema Plantio Direto: Aplicar em pré-semeadura da cultura, em pós-emergência das plantas daninhas, em área total. A cultura deve ser semeada 7 dias após a aplicação do produto. Caruru e guanxuma devem ter até 4 folhas. Para o controle da buva oriunda de sementes, realizar a aplicação na dose de 1,5 a 2,0 L/ha quando as plantas daninhas estiverem com até 2 folhas. Para o controle das gramíneas como o capim-amargoso, aplicar sobre as plantas daninhas oriundas de sementes na dose de 2,0 L/ha até o estádio de desenvolvimento de 1 perfilho. Recomenda-se uma única aplicação por ciclo da cultura.

Alvo biológico
Nome comum/científico

Capim-amargoso (Digitaria insularis)

Dose*
L/ha

2,0 + 0,5 de óleo vegetal ou mineral

Recomendação
Aplicação no sistema Plantio Direto: Aplicar em pré-semeadura da cultura, em pós-emergência das plantas daninhas, em área total. A cultura deve ser semeada 7 dias após a aplicação do produto. Caruru e guanxuma devem ter até 4 folhas. Para o controle da buva oriunda de sementes, realizar a aplicação na dose de 1,5 a 2,0 L/ha quando as plantas daninhas estiverem com até 2 folhas. Para o controle das gramíneas como o capim-amargoso, aplicar sobre as plantas daninhas oriundas de sementes na dose de 2,0 L/ha até o estádio de desenvolvimento de 1 perfilho. Recomenda-se uma única aplicação por ciclo da cultura.

Alvo biológico
Nome comum/científico

Uso para dessecação

Dose*
L/ha

1,75 + 0,5 de óleo vegetal (0,25% v/v)

Recomendação
Aplicar o produto na dessecação em uma única pulverização, sempre com adição de 0,25 % v/v de óleo vegetal ou de óleo mineral na calda de aplicação. Realizar a aplicação a partir do estádio de desenvolvimento em que os grãos de trigo estiverem amarelos (massa mole) e até atingirem o estádio de grãos dourados (massa dura).

Cultivo de feijão

Tabela de dosagem

Alvo biológico
Nome comum/científico

Uso para dessecação para feijão de consumo

Dose*
L/ha

1,8 + 0,2% v/v de óleo vegetal ou mineral

Recomendação
Para dessecação em feijão para consumo: Aplicar a dose de 1,8 L/ha, quando a cultura apresentar aproximadamente 50 % das vagens secas. Recomenda-se uma única aplicação por ciclo da cultura.

Alvo biológico
Nome comum/científico

Uso para dessecação para feijão para sementes

Dose*
L/ha

2,0 + 0,2% v/v de óleo vegetal ou mineral

Recomendação
Para dessecação em feijão para sementes: Aplicar a dose de 2,0 L/ha, somente quando a cultura apresentar 70 % das vagens secas. Recomenda-se uma única aplicação por ciclo da cultura.

Composição

Ingredientes ativos
Ammonium

Grupos químicos
Homoalanina substituída

Classificação toxicológica
Classe III

Formulação
Concentrado Solúvel (SL)

SELO CROPLIFE

Uso exclusivamente agrícola. Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e restos de produtos. Incluir outros métodos de controle dentro do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Restrição temporária no Estado do Paraná para o alvo Phytophthora infestans na cultura do tomate. Registro MAPA: Tutor® nº 02908.

Conheça nossas soluções