Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Ativum® | Fungicida para a soja, milho e trigo

Não deixe que a ferrugem asiática e outras doenças interfiram na produtividade da sua lavoura. Conheça o Ativum®, o seu fungicida para soja, milho e trigo!

O fungicida Ativum® apresenta alta performance contra a ferrugem asiática. Por ter um triplo modo de ação, a solução proporciona um controle efetivo nas diferentes fases de desenvolvimento da doença. A sua composição também contribui para um excelente manejo de resistência.

Ativum® bloqueia eficientemente o Complexo II (Carboxamida) e Complexo III (Estrobirulina) da respiração na mitocôndria e também inibe a síntese de ergosterol (Triazol) essencial para formação das membranas celulares dos fungos.

O fungicida Ativum® ainda é recomendado para proteger a cultura da soja de importantes doenças como:

  • Mancha-alvo
  • Oídio
  • Septoriose
  • Antracnose
  • Mela
  • Cretamento-foliar

 

Quando falamos sobre a cultura da soja sabemos que doenças como a ferrugem asiáticaoídio mancha alvo podem causar prejuízos de até 80% na lavoura, tirando a competitividade do agricultor e prejudicando o preparo das safras seguintes.

 

Frente aos desafios diários do campo, Ativum® é o fungicida para soja que apresenta excelentes resultados na proteção das lavouras e de outros importantes cultivos.

 

O manejo eficiente passa também pela escolha do fungicida correto. Pensando nisso, pesquisas para o desenvolvimento de soluções inovadoras são realizadas constantemente pela nossa equipe. E o principal objetivo é auxiliar o agricultor no alcance de altas produtividades na cultura da soja. 

 

E esse trabalho desenvolvido pela BASF tem sido reconhecido no Desafio Nacional de Máxima Produtividade da Soja. Na safra 2016/2017, o fungicida Ativum® foi um dos aliados do campeão nacional que obteve uma produtividade de 149 sacas por hectare. O concurso é promovido anualmente pelo Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB).

 

Veja aqui os resultados obtidos com o uso de Ativum®

 

Além dos resultados positivos na cultura da soja, o fungicida Ativum® também é eficiente para o controle da ferrugem-tropical no milho mancha-amarela ferrugem-da-folha no trigo, entre outros cultivos.

Ativum®

Benefícios

  • Múltiplo no controle: lavoura limpa sem ferrugem e importantes doenças.
  • Múltiplo na aplicação: efetivo nas diferentes fases da cultura.
  • Múltiplo no ingrediente ativo: ideal para o manejo de resistência.

Bula Ativum®

Veja como melhorar a produtividade do seu cultivo com o fungicida Ativum®

Para mais informações, faça o download da bula aqui.

p.c. = produto comercial (1 Litro Ativum® equivale a 50 g de Fluxapiroxade, 81 g de Piraclostrobina e 50 g de Epoxiconazol)

i.a. = ingrediente ativo

* As doses mais altas devem ser utilizadas em áreas com histórico de alta incidência da doença e/ou para um maior período de controle.

** Aplicação terrestre tratorizada.

INTERVALO DE APLICAÇÃO (Período de carência)

Não ultrapassar 2 aplicações por ciclo da cultura

  • Oídio - a aplicação deverá ser efetuada quando forem constatados índices de infecção foliar de 20% e repetir caso necessário, dependendo da evolução da doença e respeitando-se o intervalo de segurança.
  • Ferrugem-asiática - a aplicação para cultivares de hábito determinado deverá ser efetuada preventivamente entre o final do estádio vegetativo (estádio fenológico V8) ao início do florescimento (estádio fenológico R1) e, para cultivares de hábito indeterminado, aplicar 40 a 45 dias após a emergência ou no fechamento das entrelinhas, mesmo que ainda não tenham sido constatados os sintomas da doença. Se a doença aparecer antes de V8, proceder a aplicação imediatamente, não importando o estádio fenológico da cultura. Repetir a aplicação quando necessário, dependendo da evolução da doença, respeitando-se o intervalo de segurança. Para o alvo Ferrugem-asiática da soja, não ultrapassar o número máximo de 2 aplicações por ciclo da cultura, seguindo a recomendação do FRAC, com intervalo máximo de 14 dias. Recomenda-se a alternância de produtos com modos de ações distintos de forma a evitar a resistência do patógeno.
  • Antracnose, Doenças de final de ciclo (Crestamento-foliar e Septoriose), Mancha-alvo e Mela - a aplicação deverá ser efetuada a partir do florescimento (estádio fenológico R1 - R3) e repetir se necessário dependendo da evolução da doença, respeitando-se o intervalo de segurança.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c./ ha** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de segurança
Oídio (Microsphaeria diffusa) 800 – 1000 100 a 200 2 14 Dias
Ferrugem-asiática (Phakopsora pachyrhizi) 800 – 1000 100 a 200 2 14 Dias
Crestamento-foliar (Cercospora kikuchii) 800 – 1000 100 a 200 2 14 Dias
Septoriose ou Mancha-parda (Septoria glycines) 800 – 1000 100 a 200 2 14 Dias
Antracnose (Colletotrichum truncatum) 800 – 1000 100 a 200 2 14 Dias
Mancha-alvo (Corynespora cassiicola) 800 – 1000 100 a 200 2 14 Dias
Mela (Rhizoctonia solani) 800 – 1000 100 a 200 2 14 Dias

INTERVALO DE APLICAÇÃO (Período de carência)

  • Iniciar as aplicações a partir do surgimento dos primeiros sintomas de ataque de Manchas Foliares e Ferrugem, repetir caso necessário com intervalos de 15 a 20 dias dependendo da evolução da doença, não ultrapassando 3 aplicações por ciclo e respeitando-se o intervalo de segurança.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c./ha** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de segurança
Mancha-amarela (Drechslera tritici-repentis) 800 – 1200 100 a 200 3 30 Dias
Ferrugem-da-folha (Puccinia triticina) 800 – 1200 100 a 200 3 30 Dias

INTERVALO DE APLICAÇÃO (Período de carência)

  • Iniciar as aplicações somente após a cultura apresentar o pendão (órgão de reprodução masculina) completamente exposto e repetir caso necessário com intervalos de 15 a 20 dias dependendo da evolução da doença, não ultrapassando 2 aplicações por ciclo e respeitando-se o intervalo de segurança.
  • Caso haja necessidade de controle das doenças antes deste estagio, utilizar outros produtos autorizados pelo MAPA para a cultura.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c./ha** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de segurança
Ferrugem-tropical (Physopella zeae) 800 – 1200 150 a 200 2  45 Dias
Cercosporiose (Cercospora zeae-maydis) 800 – 1200 150 a 200 2 45 Dias
Mancha-de-Phaeosphaeria (Phaeosphaeria maydis) 800 – 1200 150 a 200 2 45 Dias

Ingredientes ativos
Piraclostrobina + Epoxiconazole + Fluxapiroxade

Grupos químicos
Estrobilurina + Triazol + Carboxamida

Concentração
81 + 50 + 50 g.i.a/Litro

Formulação
EC (Concentrado Emulsionável)

2 x 10 L

4 x 5 L

Conteúdos

Veja aqui mais conteúdos sobre Ativum®!

 

Veja os resultados obtidos com o uso de Ativum®

BR-ativum-produtividade.png
BR-ativum-resultados.png

Depoimentos de quem aprovou Ativum®

Escolha um estado e confira:

ATENÇÃO

APLIQUE SOMENTE AS DOSES RECOMENDADAS. DESCARTE CORRETAMENTE AS EMBALAGENS E RESTOS DE PRODUTOS. INCLUIR OUTROS MÉTODOS DE CONTROLE DENTRO DO PROGRAMA DO MANEJO INTEGRADODE PRAGAS (MIP) QUANDO DISPONÍVEIS E APROPRIADOS. USO EXCLUSIVAMENTE AGRÍCOLA. REGISTRO MAPA: ATIVUM® Nº 5916.

Conheça nossas soluções