Brasil
Agricultura

Fungicidas — Os Melhores Fungicidas do Brasil | BASF

Existem no Brasil inúmeras espécies de plantas florestais, como eucaliptos, pinus, seringueiras e araucárias. As áreas de plantio desses cultivos têm aumentado ano a ano devido à alta demanda do mercado nacional e internacional. 

 

Em paralelo a essa expansão, são cada vez mais comuns as ocorrências de doenças fúngicas nas áreas de cultivo. Oídio e Ferrugem são as mais frequentes. 

 

Essas doenças causam perdas consideráveis na qualidade das madeiras, que resultam em grandes impactos econômicos, uma vez que comprometem a qualidade do produto. 

 

Nesse cenário, a aplicação de fungicidas para plantas florestais se torna indispensável. 


Confira como esses produtos podem te auxiliar a alcançar os melhores resultados e ainda conheça as soluções para florestas disponíveis no portfólio BASF

Fungicida para floresta: o que é e quais as suas classificações

Independente da cultura, os fungicidas possuem todos a mesma funcionalidade: combater os fungos causadores de doenças. Classificados como defensivos agrícolas, são produtos com inúmeras variedades e modos de ação.

 

No caso das florestas plantadas, podem ser utilizados em qualquer momento do ciclo, seja antes da emergência das árvores, ou durante o seu crescimento. Para isso, podem ser empregados os fungicidas sistêmicos, os de contato e os erradicantes. 

 

Quando há incidência de doença, as aplicações podem ser realizadas com fungicidas sistêmicos ou erradicantes, que têm como característica o modo de ação rápido e a eliminação total dos fungos por meio do bloqueio das atividades nas plantas. 

 

Por outro lado, se não houver doenças nas plantações, a aplicação preventiva pode ser realizada, principalmente nas espécies mais suscetíveis a doenças. Nesse caso, contar com fungicidas de contato é uma ótima alternativa, pois eles agem formando uma camada protetora contra os fungos.

Como saber qual fungicida utilizar?

A escolha do fungicida ideal para a sua plantação depende de alguns critérios. Entre os mais importantes podem ser listados a fase de desenvolvimento da cultura, a presença ou não de fungos e a disponibilidade de recursos e tecnologias para a aplicação dos defensivos.

 

Com essas informações é possível escolher o melhor fungicida para a sua floresta. Em caso de dúvidas, converse com um técnico agrícola ou engenheiro agrônomo de confiança. 

Como esse produto funciona?

Os fungicidas funcionam como protetores das florestas. Nas aplicações preventivas, agem formando uma camada protetora sobre as plantas, que impedem e dificultam a penetração dos fungos. 

 

Já em aplicações reparadoras, esses defensivos agrícolas atuam inibindo a ação dos fungos a fim de erradicá-los das culturas e dificultar o seu retorno.

Quando o uso de fungicidas é indicado para a sua plantação?

O uso de fungicidas para florestas é indicado, principalmente, quando os danos nas plantações começam a impactar na qualidade e rentabilidade das florestas cultivadas. Assim, podem ser utilizados de maneira paliativa, reparando os danos causados às plantas.

 

Os defensivos também podem, e devem, ser utilizados antes do surgimento das doenças, de maneira preventiva, quando as plantas ainda estão em seus estádios fenológicos iniciais e quando ainda não há presença de doenças.

Conheça o portfólio de fungicidas para florestas da BASF

ATENÇÃO: ESTE PRODUTO É PERIGOSO À SAÚDE HUMANA, ANIMAL E AO MEIO AMBIENTE. USO AGRÍCOLA. VENDA SOB RECEITUÁRIO AGRONÔMICO. CONSULTE SEMPRE UM AGRÔNOMO. INFORME-SE E REALIZE O MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS. DESCARTE CORRETAMENTE AS EMBALAGENS E OS RESTOS DOS PRODUTOS. LEIA ATENTAMENTE E INSTRUÇÕES CONTIDAS NO RÓTULO, NA BULA E NA RECEITA. UTILIZE OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL.

Registro MAPA: Comet® n° 08801, Opera® Ultra n° 09310.

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo: