Choose a location

    Cultura do Café


    BASF: manejo eficiente na platanção de café

      Não deixe que doenças e pragas causem prejuízos à produtividade na plantação de café. Descubra soluções inovadoras que garantam o manejo eficiente. 

      Saiba como a BASF pode auxiliar no manejo eficiente da lavoura de café

      Dentre as doenças que atacam o cultivo do café, a ferrugem é uma das mais severas. Os primeiros sintomas são o aparecimento de pequenas manchas circulares de cor alaranjada. A doença causa a desfolha prematura, afetando o florescimento, o desenvolvimento dos frutos, além de impactar a produção da safra seguinte. Para um controle eficiente é preciso fazer uma adubação equilibrada, utilizar variedades resistentes e fungicidas de alta performance que também auxiliem no aumento de qualidade do grão de café.

      Assim como a ferrugem, a mancha-de-phoma causa prejuízos para o cultivo de café. Você precisa ficar atento especialmente durante a florada, momento em que o cafezal fica mais exposto a essa doença. Por isso, o manejo deve iniciar assim que haja condições favoráveis para o desenvolvimento da phoma. Ao falarmos de pragas, a broca-do-café aparece como uma das mais agressivas. A incidência do inseto provoca a perda de peso dos grãos e da qualidade, impactando na rentabilidade do produtor de café. Conheça os inseticidas, fungicidas, herbicidas e adjuvantes da BASF para o cultivo do café.

      Confira as soluções BASF para a cultura do café:

      Uso exclusivamente agrícola. Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e restos de produtos. Incluir outros métodos de controle do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Registro MAPA: Abacus® HC nº 9210, Cantus® nº 07503, Caramba® 90 nº 01601, Comet® nº 08801, Opera® nº 08601, Tutor® nº 02908, Orkestra® SC nº 08813, Ativum® nº 11216, Fastac® 100 nº 002793, Nomolt® 150 nº 01393, Verismo® nº 18817, Heat® nº 01013 e Assist® nº 01938789.

    TOP
    PROD-AEM