Brasil
Agricultura

O que é Agricultura 4.0? Saiba tudo aqui! | BASF

Estamos vivenciando a 4ª Revolução Industrial, que não somente transformou os métodos de produção dentro das fábricas, como também modificou processos no agronegócio, dando origem à Agricultura 4.0.      

Compreender o que é a Agricultura 4.0 hoje, é essencial para quem deseja expandir seu cultivo de maneira mais rentável e sustentável. Afinal, o conceito tem como base a agricultura digital para otimizar a cadeia produtiva em sua totalidade.

Portanto, se você quer ficar por dentro do futuro do agronegócio, confira a seguir um conteúdo completo sobre as vantagens da agricultura 4.0 e porque o agricultor precisa considerar sua implementação!

O que é Agricultura 4.0?

Chamamos de Agricultura 4.0 um grupo de tecnologias com foco na digitalização de processos agropecuários. Trata-se de equipamentos, softwares e sistemas que conseguem aperfeiçoar o processo de produção do início ao fim, podendo deixá-lo mais rápido, econômico e sustentável.

Na prática, isso significa uma gigantesca combinação de tendências e dados em tempo real. As informações tiradas desse processo servem como um guia para que os produtores tomem decisões mais assertivas em seus agronegócios. Além disso, há a automatização de funções em alta escala por meio da Internet das Coisas e Inteligência Artificial.

Em resumo, quando se fala sobre o que é agricultura 4.0, trata-se da tecnologia digital como aliada para a realização de processos agrícolas mais produtivos, autônomos e eficazes. Desde o tratamento do solo para um cultivo, até a colheita de uma safra com alta qualidade.

Mas, por que se chama Agricultura 4.0?  

A denominação de Agricultura 4.0 é derivada do termo Indústria 4.0, utilizada como um sinônimo da 4ª Revolução Industrial. Esse período é o que estamos vivendo atualmente, no qual há a conjunção de dados e tecnologia para automatizar de maneira mais autônoma possível processos de produção. 

Assim como as fábricas, o campo também passou por outras etapas de evolução antes de chegar na Agricultura 4.0. Veja abaixo:

Agricultura 1.0 

A primeira etapa destaca-se pela agricultura de subsistência, onde o agricultor cultiva para sobreviver. Ainda é muito comum no país e possui baixa produtividade e utilização de energia devido a dificuldade de acesso a tecnologia.

Agricultura 2.0 

Já a Agricultura 2.0 ocorre a partir de 1950. Essa fase representa o avanço da ciência no campo e a chegada dos maquinários para impulsionar produções. Esse processo ocorreu mundialmente, ficando conhecido também como Revolução Verde por conta dos novos métodos de cultivo disseminados.

Agricultura 3.0

Entre 1990 e 2010, nós temos o acontecimento da Agricultura 3.0 no setor. Essa etapa se caracteriza pelo início das automações e coletas de dados para aumentar a performance de processos agrícolas. Junto disso, inicia-se também uma preocupação com o meio ambiente devido aos danos sofridos nos anos anteriores por conta da expansão desenfreada do agronegócio.

Agricultura 4.0

Por fim, na Agricultura 4.0 a natureza é uma obrigatoriedade para se considerar em métodos agropecuários. Essa fase ocorre depois de 2010, e abarca também a criação de novas ferramentas digitais para potencializar os resultados da agricultura aliado à sustentabilidade.

Leia também: Produção de soja em sistemas de reforma de canavial? Uma aposta que está dando certo!Produção de soja em sistemas de reforma de canavial? Uma aposta que está dando certo!

 

Quais são as tecnologias envolvidas na Agricultura 4.0?

Saber o que é Agricultura 4.0 compõe também conhecer suas ferramentas de maior destaque. O setor agrícola já evoluiu tanto tecnologicamente, que é praticamente impossível citar todas as inovações envolvidas na cadeia produtiva. Entretanto, há algumas tecnologias que se destacam por contribuírem significativamente durante o processo de cultivo. Confira as 4 principais:

 

Drones

Os drones são uma das inovações tecnológicas mais famosas que tivemos no campo nos últimos anos. Esses pequenos robôs voadores são utilizados para visualizar de maneira panorâmica o cultivo. Alguns modelos já funcionam de maneira autônoma por meio de uma pré-configuração estabelecida. 

Além disso, os drones agrícolas já são capazes de identificar ataques de pragas, falta de irrigação, falhas no plantio e até mesmo monitoramento de animais. 

Tratores Autônomos

Por meio de sensores tecnológicos e inteligência artificial, tratores já podem executar suas funções de maneira autônoma no cultivo, ou seja, não precisam de nenhum operador guiando a máquina. Esse avanço de tecnologia reflete em resultados alavancados referente às safras e diminuição de taxas de prejuízos durante o processo.

Softwares de decisão

Os softwares de decisão são soluções desenvolvidas por Agtechs com foco em proporcionar uma maior assertividade na produção. Essas ferramentas analisam diferentes fatores para auxiliar o agricultor, como finanças, clima, fertilizantes, pragas e demais ajustes que o cultivo pode necessitar durante o período do plantio.

Marketplaces

Muito se fala sobre os Marketplaces para facilitar a compra de itens mais comuns na rotina das pessoas. Mas, já está disponível no mercado plataformas específicas para o setor do agronegócio. A BASF, por exemplo, tem o marketplace Conecta para que fornecedores e produtores consigam fazer a venda de insumos agrícolas de maneira facilitada.

 

Ouça mais sobre Agricultura 4.0 na prática: Ep. 22 - Tecnologia de Aplicação para máxima eficiência de defensivos, com Adriano Silva - BASF Agro

https://open.spotify.com/episode/6i5cx3QWqiZC7UfZPdUlaN?si=Q6fBaBJlTFOcNwSFHnGwng

Porque a Agricultura 4.0 é importante?

A Agricultura 4.0 é fundamental para todos os produtores rurais. Cada vez mais o agronegócio tem precisado se reinventar para dar conta de maneira sustentável de uma demanda que só aumenta. 

Segundo o estudo da WRI (World Resources Institute), organização não governamental ambientalista dos EUA, o planeta terá que expandir sua produção de alimentos em quase 60% até 2050 para alimentar 10 bilhões de pessoas. 

Portanto, a implementação do conceito na prática não só vai otimizar o cultivo no presente, como já deixará produtor preparado para uma tendência que está vindo para ficar. Compreender o que é Agricultura 4.0, quais são suas implicações e sua necessidade a longo prazo é estar preparado para o amanhã.

Assista também: Desafios do agricultor do futuro

 

Fontes:

https://www.totvs.com/blog/gestao-agricola/agricultura-4-0/

https://www.myfarm.com.br/agricultura-4-0/

https://forbes.com.br/forbesagro/2022/05/o-que-e-a-agricultura-4-0/

 

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo: