Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Mancha branca na cultura do milho: entenda seus danos e as formas de controle

Considerada a principal doença foliar na plantação de milho, a mancha branca atualmente está presente em todas as regiões produtoras do Brasil. Leia mais e entenda sobre manejo.

Giovane Assoni - ESALQ-USP

manejo-da-mancha-branca-no-milho.jpg

A mancha branca que acomete da plantação de milho em condições favoráveis causa problemas graves no processo de enchimento de grãos, com quedas drásticas no seu tamanho e peso, podendo também levar a planta a uma seca prematura.

Estudos apontam que em materiais suscetíveis, folhas com grau de severidade entre 10 a 20% apresentam uma redução na taxa fotossintética líquida ao redor de 40%, essa redução é suficiente para diminuir a produção de grãos em até 60%.

A doença é favorecida em condições ambientais de alta umidade relativa do ar (superior a 60%) e temperaturas noturnas ao redor de 14°C, nessas condições é importante que o produtor se mantenha atento ao controle dessa doença da cultura do milho.

Como fazer o manejo da mancha branca na cultura do milho

As principais formas de controle da mancha branca na cultura do milho se dão através da utilização de materiais resistentes e pelo uso de fungicidas registrados para a cultura.

O Manual de Fitopatologia afirma que a utilização de materiais resistentes é o método de controle mais eficiente dessa doença, e que até o momento os únicos fungicidas que apresentam comprovadamente um controle adequado para a mancha branca são os produtos a base dos grupos químicos estrobilurina, ditiocarbamato e carboxamidas.

Além disso, devem-se evitar os plantios tardios (a partir de novembro), pois nesse período geralmente a cultura do milho se desenvolve sob altos índices pluviométricos o que propicia condições adequadas para o desenvolvimento da doença.

Fonte Texto:

CARVALHO, R.V.; PEREIRA, O. A. P.; CAMARGO, L. E. A. Doenças do Milho. In: AMORIM, L. et al. (Ed.). Manual de Fitopatologia: Volume 2 – Doenças das Plantas Cultivadas. 5ª ed. Ouro Fino: Ceres, 2016. p. 549 – 560

Embrapa

Embrapa

Fonte Imagem:

Embrapa

Quer receber outros conteúdos, estudos exclusivos, ebooks e convites para eventos?

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo:

BR-cultura-do-milho.png

Milho

Pragas, plantas daninhas e doenças como a ferrugem tropical prejudicam o cultivo de milho. Confira as soluções integradas e sustentáveis da BASF!

BR-Abacus-HC.png

Abacus® HC Fungicida

Tenha uma lavoura livre de doenças e mais produtiva com o Abacus® HC. O fungicida é altamente eficiente no controle das ferrugens e manchas nas lavouras de milho, bem como de outros importantes cultivos.

BR-header-lista-de-distribuidores-basf.jpg

Lista de Distribuidores

Confira os distribuidores da sua região.