Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

As principais pragas do algodão e quando atacam a lavoura

A cultura do algodão possui um amplo complexo de pragas que, quando não controladas corretamente, podem causar grandes prejuizos.

Ana Paiva - ESALQ-USP

principais-pragas-da-cultura-do-algodao.jpg

Para um manejo eficiente das pragas na cultura do algodão é necessário, primeiramente, entender quando e onde ocorrem. Para facilitar esse entendimento este post vai tratar das pragas iniciais, que ocorrem desde o primeiro dia até o aparecimento da primeira flor (aproximadamente 80 dias após a semeadura) e pragas tardias, que ocorrem a partir do aparecimento da primeira flor até a colheita.

Pragas iniciais

Pulgões: os dois principais pulgões são Aphis gossypii e Myzus persicae. Essas pragas atacam, principalmente, as brotações e ambos são responsáveis por causar danos diretos ao sugar a seiva da folha, causando encarquilhamento e deformação e danos indiretos, como o favorecimento da formação de fumagina e transmissão de patógenos.

Mosca-branca: Bemisia tabaci, ataca as folhas e, assim como os pulgões, causam danos diretos e indiretos.

Tripes: Frankliniella schultzei, ataca as brotações e folhas causando o encarquilhamento.

Broca-das-raízes: Eutinobothrus brasiliensis, como o nome mesmo sugere ataca as raízes, na região intermediária próximo ao caule da planta.

Percevejo castanho: Scaptocoris castanea, assim como a broca ocorre nas raízes e pode obrigar o cotonicultor a repetir o preparo do solo para novo plantio.

Lagarta-rosca: Agrotis ipsilon, essa lagarta ocorre mais frequentemente em solos argilosos, úmidos e com alto teor de matéria orgânica. Seu principal dano é o corte de plântulas diminuindo o estande.

Lagarta-elamos: Elasmopalpus lignosellus, se difere da lagarta-rosca por ser mais frequente em regiões de cerrado.

Pragas tardias

Ácaros: as duas principais espécies de ácaros que atacam o algodoeiro são o ácaro-rajado (Tetranychus urticae) e o ácaro branco (Polyphagotarsonemus latus). O primeiro ataca folhas no terço médio das plantas, e o segundo, no ponteiro.

Bicudo-do-algodeiro: Anthonomus grandis, a principal praga da cultura do algodão, responsável por danos nas flores e nas maçãs.

Lagartas: dentre as lagartas podemos destacar o curuquerê (Alabama argilacea), a lagarta-das-maçãs (Chloridea virescens), lagarta rosada (Pectinophora gossypiella), lagarta do cartucho do milho (Spodoptera frugiperda) e Helicoverpa armigera. Sendo, somente a primeira responsável por causar danos nas folhas e, as demais, causando danos nos botões florais e maçãs.

Percevejos: assim como as lagartas, diversas espécies de percevejos causam danos na lavoura de algodão. Dentre elas, o percevejo rajado (Horcias nobilellus) que causa danos nos ramos e nas maçãs, e o percevejo manchador (Dysercus spp.) que causa danos no capulho. Nos últimos anos, os percevejos-da-soja (Edessa meditabundaNezara viridulaEuschistus heros) têm chamado atenção ao aparecer no algodão.

Agora que você já sabe quais são as principais pragas do algodão e o momento de ocorrência delas, fique de olho na sua lavoura e garanta o manejo eficiente das pragas e a produtividade.

Quer receber outros conteúdos, estudos exclusivos, ebooks e convites para eventos?

Cadastre-se agora!

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo:

600-02886299

Algodão

O complexo de Lagartas e a Ramulária podem prejudicar a produtividade do algodoeiro. Por isso, sempre utilize soluções que assegurem a qualidade do cultivo.

Leia mais
BASF-Algodao-Sementes-FiberMax-Logo .png

Sementes de algodão FiberMax®️ | BASF Agro

Sementes de Algodão FiberMax® da BASF tem tecnologia de ponta com alto rendimento e fibra excepcional, encontre a variedade perfeita para seu negócio.

Leia mais
BR-header-lista-de-distribuidores-basf.jpg

Lista de Distribuidores

Confira os distribuidores da sua região.

Leia mais