Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Opera® | Fungicida para Cana-de-açucar, Café e Algodão

Não deixe que as doenças prejudiquem a sua produção. Com o fungicida Opera® você garante maior proteção para a cana-de-açucar, café e algodão, contribuindo para o aumento da qualidade e produtividade.

Com Opera®, fungicida da BASF, é possível maximizar os processos com este produto que vai além do controle de doenças secundárias. Opera® também melhora o aproveitamento dos recursos naturais.

cultura da cana-de-açucar sofre diversas condições climáticas, pois a cana permanece no campo por um longo período e sente os efeitos que podem afetar os processos fisiológicos das plantas.

Confira os resultados de Opera® na Cana-de-Açúcar

Em outros cultivos, como no do café, a ferrugem e a cercosporiose são doenças que impactam diretamente na rentabilidade do produtor, caso não sejam adotadas as práticas corretas de manejo fitossanitário. A incidência da ferrugem na cultura de café, por exemplo, pode causar uma quebra de até 30% na produtividade.

O fungicida também oferece efeitos fisiológicos positivos que contribuem para uma maior qualidade, quantidade e uniformidade dos grãos cereja e também para potencializar a produtividade dos cafezais. Em conjunto com outros fungicidas os resultados podem ser ainda maiores, proporcionando em média 5 sacas a mais por hectare.

Opera® também é indicado para o controle da ramulária no cultivo do algodão

Opera®

Benefícios

  • Eficiente no controle das doenças.
  • Ótima sanidade da planta.
  • Efeitos fisiológicos positivos: maior qualidade, produtividade e rentabilidade.

Bula Opera®

Veja como melhorar a produtividade do seu cultivo com o fungicida Opera®

Para mais informações, faça o download da bula aqui.

p.c. = produto comercial (1 Litro de Opera® equivale a 133 g i.a. de Piraclostrobina e 50 g i.a. de Epoxiconazol)

i.a. = ingrediente ativo

* Utilizar as maiores doses em áreas de alta incidência da doença e/ou para se conseguir um maior período de controle.

** Adicionar adjuvante não iônico 0,5% v/v às aplicações.

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO

  • Ferrugem Puccinia melanocephala: Recomendamos realizar a aplicação no aparecimento dos primeiros sintomas, ou preventivamente quando as condições forem favoráveis à ocorrência das doenças, respeitando-se o intervalo de segurança. 
  • Ferrugem-alaranjada Puccinia kuehnii: Reaplicar se as condições continuarem favoráveis em intervalo de 30 dias, respeitando-se o intervalo de segurança. Realizar no máximo 5 aplicações por ciclo
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c. ha** Dose* em mL p.c./100l** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de Segurança
Ferrugem (Puccinia melanocephala) 0,8 - 1,0  - 100 5 30 dias
Ferrugem-alaranjada (Puccinia kuehnii) 0,8 - 1,0  - 100 5 30 dias

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO

  • Ferrugem: A aplicação deverá ser efetuada quando forem constatados índices de infecção foliar (*) de até 5%, reaplicar Opera® na dose de 1,0 L/ha, sempre que o índice de infecção foliar da Ferrugem atingir novamente até 5%. 
  • Cercosporiose: Em regiões onde as condições são favoráveis à ocorrência de Cercosporiose recomenda-se realizar uma aplicação preventiva no mês de novembro de fungicida cúprico, seguindo-se com a aplicação em dezembro de Opera® na dose de 1,5 L/ha e reaplicando na dose de 1,0 L/ha em março. Realizar no máximo 2 aplicações por ciclo, respeitando-se o intervalo de segurança. 
  • (*) Método de amostragem: Coletar ao acaso, do terço médio da planta, folhas entre o 2º e 4º par de folhas do ramo, 10 folhas por planta sendo 5 de cada lado de 20 a 30 plantas por talhão conforme a uniformidade do mesmo
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c. ha** Dose* em mL p.c./100l** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de Segurança
Ferrugem (Hemileia vastatrix) 1,5  - 500  2 45 dias
Cercosporiose (Cercospora coffeicola) 1,5 - 500  2 45 dias

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO

  • Ramularia: Recomendamos iniciar as aplicações preventivamente na fase vegetativa, aproximadamente aos 40 dias após a emergência da cultura, e repetir caso necessário em intervalos de 10 a 15 dias, dependendo da evolução da doença, não ultrapassando o número máximo de 3 aplicações por ciclo, e respeitando-se o intervalo de segurança.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c. ha** Dose* em mL p.c./100l** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de Segurança
Ramularia (Ramularia areola) 0,5 - 140 - 200 3 14 dias

Ingredientes ativos

Piraclostrobina + Epoxiconazole

Grupos químicos

Estrobilurina + Triazol

Concentração

133 + 50 g.i.a/Litro

Formulação

Suspo/emulsão (SE)

10 x 1 L
2 x 10 L
4 x 5 L

Atenção

Uso exclusivamente agrícola. Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e restos de produtos. Incluir outros métodos de controle dentro do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Restrições temporárias no Estado do Paraná: Opera® para o alvo Septoria tritici em Trigo e para o alvo Phakopsora pachyrhizi na Soja. Registro MAPA: Opera® nº 08601.

Conteúdos

Veja aqui mais conteúdos sobre Opera® no Cultivo de Cana-de-Açúcar!

 

Conheça nossas soluções