Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Imunit® | Inseticida multicultura

Não permita que as pragas prejudiquem a produtividade do seu cultivo. Com o inseticida Imunit® você tem um controle eficiente das lagartas em diversas culturas!

Para um manejo adequado das principais lagartas, a BASF oferece o inseticida Imunit®. O produto apresenta duplo mecanismo de ação, agindo nos insetos por contato e ingestão.

Imunit® também auxilia no manejo de resistência das pragas do cultivo de milho. Com um ótimo custo-benefício, o inseticida possui ação de choque, sem perder o efeito residual.

A lagarta-do-cartucho é considerada uma das pragas mais prejudicais do cultivo de milho no Brasil. O inseto ataca a planta desde a sua emergência até a formação das espigas. Esta espécie de lagarta ataca principalmente o cartucho, mas também pode ser encontrada nas plântulas, espigas e até nas plantas de milho onde por meio da perfuração atinge o ponto de crescimento.

Além de ser indicado para a lavoura de milho, Imunit® também é recomendado para o controle de lagartas no cultivo de arroz; vaquinha verde-amarela na lavoura de batata; psilídeo nos citros; lagarta-do-trigo no cultivo de trigo e traça-do-tomateiro no cultivo do tomate.

Imunit®

Benefícios

  • Ótimo custo-benefício.
  • Ação de choque e efeito residual.
  • Efetividade no controle das principais lagartas.
  • Não necessita realizar a mistura de dois produtos no tanque: maior eficiência operacional.
  • Manejo de resistência – Aliado da tecnologia Bt, ideal para controle de possíveis escapes que a tecnologia Bt não controla.

Bula Imunit®

Veja como melhorar a produtividade do seu cultivo com o Imunit®

Para mais informações, faça o download da bula aqui.

p.c. = produto comercial (1 Litro de Imunit® equivale a 75 g de Alfa-cipermetrina + 75 g de Teflubenzurom). i.a. = ingrediente ativo

* As doses mais altas devem ser utilizadas em plantações com alta incidência da praga ou para se obter um maior período de controle.

U.N.A. = Uso não alimentar. Número de aplicações não definido para cultivos ornamentais. 

** A recomendação se dá para plantas ornamentais cultivadas em ambientes abertos, protegido ou misto.

*** Devido à diversidade de plantas ornamentais e variabilidade de sensibilidade, recomenda-se aplicar preliminarmente o produto em uma pequena área plantada para atestar a ausência de fitotoxicidade, antes de sua aplicação em maior escala.

INTERVALO DE APLICAÇÃO (Período de carência)

  • Iniciar a aplicação quando verificar os primeiros sintomas do ataque nas folhas (início de raspagem). Repetir a aplicação quando houver reinfestação da praga na dose recomendada. Fazer no máximo 02 (duas) aplicações, respeitando sempre o período de carência.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c. ha** Dose* em mL p.c./100l** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de segurança
Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) - 150 - 170 300 2  45 Dias

INTERVALO DE APLICAÇÃO (Período de carência)

  • Iniciar a aplicação quando for constatado no mínimo 10 lagartas maiores que 2 cm/m2, não ultrapassando o número máximo de 02 (duas) aplicações por ciclo da cultura e respeitando-se o intervalo de carência. Utilizar a dose maior na presença de lagartas grandes.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c. ha** Dose* em mL p.c./100l** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de segurança
Lagarta-do-trigo (Pseudaletia sequax) - 100 - 150 150  14 Dias

INTERVALO DE APLICAÇÃO (Período de carência)

  • Iniciar as aplicações no início da infestação da lagarta e repetir se houver reinfestação. Realizar no máximo 02 (duas) aplicações durante o ciclo da cultura sempre respeitando o período de carência.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c. ha** Dose* em mL p.c./100l** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de segurança
Lagarta das folhas ou Lagarta do cartucho (Spodoptera frugiperda) - 200 - 300 200 2 30 Dias
Lagarta-da-panícula (Pseudaletia sequax) - 200 - 300 200 2 30 Dias

INTERVALO DE APLICAÇÃO (Período de carência)

  • Iniciar as aplicações no início da infestação das pragas e repetir sempre que houver necessidade, realizar no máximo 03 (três) aplicações durante o ciclo da cultura, sempre respeitando o período de carência.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c. ha** Dose* em mL p.c./100l** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de segurança
Vaquinha verde-amarela (Diabrotica specíosa) -
200 - 500 500 a 800 3 7 Dias
Traça-da-batatinha (Phthorimaea operculella) -
200 - 500 500 a 800 3 7 Dias

INTERVALO DE APLICAÇÃO (Período de carência)

  • Iniciar as aplicações no início da infestação das pragas e repetir sempre que houver necessidade, realizar no máximo 02 (duas) aplicações durante o ciclo da cultura, sempre respeitando o período de carência.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c. ha** Dose* em mL p.c./100l** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de segurança
Psilídeo (Diaphorina citri) 20 - 25 500 2000 2 15 Dias

INTERVALO DE APLICAÇÃO (Período de carência)

  • Iniciar as aplicações no início da infestação das pragas e repetir sempre que houver necessidade, realizar no máximo 05 (cinco) aplicações durante o ciclo da cultura, sempre respeitando o período de carência.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c. ha** Dose* em mL p.c./100l** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de segurança
Broca-pequena-do-fruto (Neoleucinodes elegantalis) 20 - 50 - 1000 5 4 Dias

Traça-do-tomateiro

(Tuta absoluta)

20 - 50 - 1000 - 4 Dias

INTERVALO DE APLICAÇÃO (Período de carência)

  • Iniciar a aplicação no início da infestação das lagartas e repetir sempre que houver reinfestação. Fazer no máximo 03 (três) aplicações, sempre respeitando o período de carência.
Alvos Biológicos Dose* em ML p.c. ha** Dose* em mL p.c./100l** Volume de calda (L/ha) Número Máximo de Aplicações Intervalo de segurança
Curuquerê (Alabama argiliacea) -
120  100 - 200 3 30 Dias
Lagarta-militar (Spodoptera frugiperda) -
150 - 170 100 - 200 3 30 Dias
Lagarta-rosada (Pectinophora gossypiella) - 150 - 170 100 - 200 3 30 Dias

Ingredientes ativos

Alfacipermetrina + Teflubenzuron

Grupos químicos

Benzoiluréia + Piretróide

Concentração

75 + 75 g.i.a/Litro

Formulação

SC (Suspensão Concentrada)

10 x 1 L

ATENÇÃO

USO EXCLUSIVAMENTE AGRÍCOLA. APLIQUE SOMENTE AS DOSES RECOMENDADAS. DESCARTE CORRETAMENTE AS EMBALAGENS E RESTOS DE PRODUTOS. INCLUIR OUTROS MÉTODOS DE CONTROLE DO PROGRAMA DO MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS (MIP) QUANDO DISPONÍVEIS E APROPRIADOS. RESTRIÇÃO TEMPORÁRIA NO ESTADO DO PARANÁ NA CULTURA DO ARROZ PARA O ALVO SPODOPTERA FRUGIPERDA. O PRODUTO MENCIONADO ESTÁ DEVIDAMENTE REGISTRADO NO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO (MAPA) SOB O NÚMERO: IMUNIT® N° 08806.

Conheça nossas soluções

p.c. = produto comercial (1 Litro de Imunit® equivale a 75 g de Alfa-cipermetrina + 75 g de Teflubenzurom).

i.a. = ingrediente ativo

* As doses mais altas devem ser utilizadas em plantações com alta incidência da praga ou para se obter um maior período de controle.

U.N.A. = Uso não alimentar. Número de aplicações não definido para cultivos ornamentais. Atentar para as INFORMAÇÕES SOBRE MANEJO DE RESISTÊNCIA A INSETICIDA.

** A recomendação se dá para plantas ornamentais cultivadas em ambientes abertos, protegido ou misto.

*** Devido à diversidade de plantas ornamentais e variabilidade de sensibilidade, recomenda-se aplicar preliminarmente o produto em uma pequena área plantada para atestar a ausência de fitotoxicidade, antes de sua aplicação em maior escala.