166221696
Brasil
Agricultura
Brasil
Agricultura

Amplexus™ | Herbicida para cultivo da soja

Tenha uma lavoura mais limpa e produtiva. Controle as plantas daninhas com Amplexus, o novo herbicida para a cultura da soja.

Hoje, aproximadamente 90% da área cultivada com soja apresenta plantas daninhas com alguma resistência ao glifosato. Entre as infestantes resistentes, identificadas no Brasil, podemos destacar as que mais preocupam os agricultores, como capim-amargoso, buva, trapoeraba, rabo de burro, soja tiguera RR, milho voluntário, caruru, entre outras.

Com rápida penetração e ação de controle, além da baixa dosagem de uso, Amplexus é um novo herbicida no segmento de manejo e    m dessecação pré-plantio da soja com alta eficiência no controle de capim-amargoso (Digitaria insularis) resistente ou não aos herbicidas inibidores de ACCase e glifosato. Com baixo índice de rebrote de capim amargoso, este herbicida possui ação sistêmica com absorção foliar e via raízes, sendo eficaz no controle de plantas daninhas de folhas estreitas e largas de difícil controle.

Amplexus possui rápida absorção pelas plantas daninhas, geralmente menos de uma hora, o que diminui riscos de lavagem por chuvas.

Amplexus

Benefícios

  • Facilidade de misturas; sem antagonismo com glifosato.
  • Controle eficiente de capim-amargoso, resistente ou não à herbicidas inibidores da ACCase e glifosato.
  • Ferramenta para o manejo de resistência com ação em plantas daninhas de difícil controle como pé-de-galinha (Eleusine indica) e a trapoeraba (Commelina benghalensis).

Veja como melhorar a produtividade do seu cultivo com o Amplexus:

Para mais informações, faça o download da bula aqui.

Cultivo de Soja

Amplexus™ tem ação tanto em pós-emergência quanto em pré-emergência das plantas daninhas infestantes.  

Cultura: Soja tolerante ou não-tolerante às imidazolinonas.
Momento de aplicação: pré-plantio da cultura.

Nome comum/
Nome científico
Mentrasto (Ageratum conyzoides), Caruru-rasteiro (Amaranthus deflexus),  Trapoeraba (Commelina benghalensis),  Corda-de-viola (Ipomoea grandifolia)

Estádio das plantas daninhas
pré-emergência

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Gramas(1) p.c./ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
volume de calda L/ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Número máximo de aplicações

1

Nome comum/
Nome científico
Capim-amargoso (Digitaria insularis), Capim-arroz (Echinochloa crusgalli)

Estádio das plantas daninhas
1 a 2 perfilhos

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Gramas(1) p.c./ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
volume de calda L/ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Número máximo de aplicações

1

Nome comum/
Nome científico
Joá-de-capote (Nicandra physaloides), Poaia-branca (Richardia brasiliensis)

Estádio das plantas daninhas
2 a 4 folhas

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Gramas(1) p.c./ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
volume de calda L/ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Número máximo de aplicações

1

Nome comum/
Nome científico
Leiteiro (Euphorbia heterophylla)

Estádio das plantas daninhas
4 – 6 folhas

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Gramas(1) p.c./ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
volume de calda L/ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Número máximo de aplicações

1

Nome comum/
Nome científico
Capim-marmelada, Capim-papuã (Brachiaria plantaginea)

Estádio das plantas daninhas
4 – 10 folhas

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Gramas(1) p.c./ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
volume de calda L/ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Número máximo de aplicações

1

Nome comum/
Nome científico
Capim-pé-de-galinha (Eleusine indica)

Estádio das plantas daninhas
8 – 10 cm

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Gramas(1) p.c./ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
volume de calda L/ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Número máximo de aplicações

1

Nome comum/
Nome científico
Capim-colchão (Digitaria horizontalis)

Estádio das plantas daninhas
10 cm

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Gramas(1) p.c./ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
volume de calda L/ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Número máximo de aplicações

1

Nome comum/
Nome científico
Buva Voadeira (Conyza bonariensis)

Estádio das plantas daninhas
pré-emergência

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Gramas(1) p.c./ha

75(2)-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
volume de calda L/ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Número máximo de aplicações

1

Nome comum/
Nome científico
Buva Voadeira (Conyza bonariensis)

Estádio das plantas daninhas
2 a 4 folhas

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Gramas(1) p.c./ha

150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
volume de calda L/ha

100-150

DOSE DE AMPLEXUS™/ha (2)
Número máximo de aplicações

1

(1) Para o cultivo de Soja NÃO tolerante a imidazolinonas, a aplicação deverá ocorrer 30 dias antes da semeadura de soja e precipitação acumulada de no mínimo 100mm de chuva.
(2) Doses maiores para estádios mais avançados das plantas daninhas e maior residual de controle. Na pós-emergência das plantas daninhas usar adjuvante não iônico de 0,2 - 0,5% v/v.

Composição

Ingrediente ativos
Imazapique e Imazapir

Grupos químicos
Imidazolinonas

Concentração
525 g.kg-1 e 175g.kg-1

Classe formulação
WG (Granulado Dispersível)

Intervalo entre aplicação e plantio
Mínimo antes do plantio e 30 dias e acumulado de 100mm de chuva

SELO CROPLIFE

Uso exclusivamente agrícola. Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e restos de produtos. Incluir outros métodos de controle do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Restrições temporárias no Estado do Paraná: Amplexus para para o alvo Blainvillea latifólia para milho e os alvos Ageratum conyzoides, Amaranthus deflexus, Commelina benghalensis, Digitaria horizontalis, Echinochloa crusgalli, Ipomoea grandifolia, Nicandra physaloides e Richardia brasiliensis para a soja OGM BPS-CV-127-9. Registro MAPA: Amplexus nº 008298.

Conheça nossas soluções