Brasil
Agricultura

Quebramento da soja: como identificar esse fenômeno silencioso

O quebramento da soja, que acontece no estádio inicial do plantio (V1) da cultura, é um dos principais pesadelos dos sojicultores de todo Brasil, uma vez que trata-se de um fenômeno silencioso, conforme informações da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). 

 

Apesar de se manifestar já no início da safra, ele só aparecerá para o produtor quase no fim, no estádio reprodutivo (R4), em que as plantas já estão cheias de vagens e os grãos em ponto de enchimento. 

Assim, as chances de combate do quebramento neste momento são praticamente nulas, uma vez que a planta já passou por todo processo de desenvolvimento. Por isso, é considerada uma situação bastante séria, já que pode fazer com que o produtor não tenha o que colher.

 

Portanto, é preciso que o sojicultor fique atento ao que está acontecendo em sua lavoura e adote algumas medidas de forma preventiva para controlar os efeitos do quebramento, uma vez que não há nenhum fator pré-definido que o ocasione, apenas possibilidades, como falta de nutrição da planta, semeadura no tempo errado ou sistema de plantio direto inadequado. 

Como saber se a soja está forte

O primeiro passo para descobrir se a planta de soja está forte é fazer uma análise do solo e uma nutricional foliar. Assim, serão identificados possíveis deficiências e correções que devem ser feitas.

Para a análise do solo, o ideal é que amostras sejam colhidas cerca de três meses antes do plantio da soja. Já a análise foliar deve ser feita quando metade das plantas do talhão se apresentam no início do florescimento (R1). 

 

Além das análises, o produtor pode, e deve, testar a planta no campo. Para isso, precisa empurrar as plantas de um lado ao outro e ver se haverá quebramento  ou ficarão intactas. Se o colo da planta quebrar e fazer um estalo, significa que há quebramento. 

Esse teste simula a ação do vento e da chuva sobre as plantas, e irá expressar a presença ou não do fato.

Como minimizar o quebramento na soja

Como prevenção do quebramento, o produtor pode optar por técnicas de controle que minimizem o fenômeno. 

Nesse caso, é preciso contar com os produtos químicos a favor da soja. Aplicações de fungicidas são uma ótima opção para garantir o fortalecimento das plantas da região.

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo: