Usamos cookies de navegação neste site para garantir uma experiência mais personalizada e responsiva a você. Ao fazer uso, você também concorda com nossa Política de Privacidade de Dados. Saiba mais como cookies são utilizados ou como bloqueá-los ou deletá-los.

Brasil
Agricultura

Limpeza e descontaminação de tanque de pulverizadores

O tanque de pulverização se torna um vilão da agricultura quando se permite a ele a função de vetor de resíduos químicos

Jessica Pressoto - ESALQ / USP

BR-whats-legado.jpg

O tanque de pulverização se torna um vilão da agricultura quando se permite a ele a função de vetor de resíduos químicos.

A agricultura está cada dia mais avançada, dotada de tecnologias que visam otimizar o investimento e consequentemente o lucro a ser alcançado pelo agricultor. Mas, essas tecnologias ainda não substituem a atenção do homem no campo quanto aos detalhes que fazem toda a diferença na safra, desde a logística até a manutenção dos implementos, assim como a limpeza dos maquinários, principalmente nos tanques de pulverização, que por vezes passa despercebida.

Técnica para limpeza e descontaminação de pulverizadores

A técnica de limpeza e descontaminação regular dos tanque dos pulverizadores, a qual se trata de uma lavagem criteriosa com água e produtos químicos, conhecidos popularmente como “limpa tanques”, diferente da tríplice lavagem, que é uma limpeza realizada três vezes apenas com água, é uma prática ainda pouco usual nas propriedades agrícolas. Porém, é um detalhe de extrema importância para o resultado final quando somada ao manejo, pois a adoção dessa medida garantirá que as características da calda a ser aplicada sejam mantidas sem interferências de resíduos de outras pulverizações, que se presente podem interferir sobre a eficácia do produto a ser pulverizado, sobre a uniformidade da aplicação e também sobre a sanidade da cultura.

Pois os resíduos podem aderir a parede do tanque e também nas demais partes que compõe o pulverizador, como bomba, mangueiras, pontas, filtros e telas, pois são moléculas químicas minúsculas com grande potencial de interação, principalmente quando se utiliza baixo volume de calda, onde haverá uma maior concentração de produto, aumentando a possibilidade de interação química. Além de danificar o implemento, pois as impurezas poderão aumentar a pressão no circuito hidráulico, assim forçarão o sistema, podendo então provocar vazamentos e desgaste prematuro das pontas de pulverização.

Assim sendo, a limpeza e descontaminação do tanque se faz necessária, devendo ser realizada sempre ao trocar o produto ou cultura a ser pulverizados, atentando-se principalmente aos herbicidas, por causar muitas das vezes danos irreversíveis às culturas. A descontaminação pode ser feita com limpa tanques a base de surfactante, a base de amoníaco ou outros disponíveis no mercado, os quais possuem características específicas como ação desengordurante, desgaseificante, desincrustantes entre outras, cuja escolha se dará com base na orientação registrada na bula do produto utilizado anteriormente, no tópico limpeza de tanque.

É importante lembrar de realizar a limpeza e descontaminação do tanque em uma área isolada, inacessível a crianças e animais, longe de cursos d’água e locais de circulação de pessoas. Para realizar a limpeza/descontaminação sugere-se o seguinte:

  1. Vista o Equipamento de Proteção Individual (EPI's);
  2. Coloque no tanque do pulverizador água limpa e o produto limpa tanque, seguindo o volume de água e dose do produto recomendados pelo fabricante;
  3. Passe a solução (água + limpa tanque) por todo o sistema, deixando sair pelo bico por 5 minutos;
  4. Em seguida desmonte os componentes do tanque tais como filtros entre outros, coloque em um balde com a solução e deixe agir;
  5. Enquanto os filtros estão na solução, deixe a calda em agitação no tanque por no mínimo 30 minutos;
  6. Limpe também o misturador para limpar as mangueiras;
  7. Logo após respeitar as etapas anteriores, libere pelo fundo do tanque toda solução restante;
  8. Em seguida, reabasteça o tanque por completo com água limpa para o enxágue final;
  9. Libere a água limpa por toda a barra e bicos por 5 minutos;
  10. Finalize liberando a água restante pelo registro do fundo do tanque.

E então o pulverizador estará pronto para ser usado novamente, livre de resíduos e/ou impurezas que possam interferir negativamente na eficácia da pulverização. Caso o produto escolhido possua diferentes especificações, deve-se seguir a recomendação original sugerida pelo fabricante.

Quer receber outros conteúdos, estudos exclusivos, ebooks e convites para eventos?

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo:

BR-banner-pequeno-APP-BASF-agro.jpg

BASF Agro App

Com o BASF Agro app, você encontra de forma rápida e prática as melhores soluções para o combate eficiente de pragas, doenças, plantas daninhas e muito mais!
BR-Agroclima-PRO.jpg

Agroclima PRO BASF

Informações de tempo e clima personalizadas de acordo com a sua região! Sua lavoura com mais qualidade e produtividade com o agroclima PRO BASF.
BR-header-lista-de-distribuidores-basf.jpg

Lista de Distribuidores

Confira os distribuidores da sua região.