Brasil
Agricultura

Algodão no Brasil: Qual é a cidade que mais produz a fibra?

Nos últimos anos o algodão tem sido uma das culturas mais rentáveis para os agricultores brasileiros. Embora seja uma das lavouras que exigem maior investimento e conhecimento no manejo, seu alto valor agregado na comercialização tem garantido boas margens de lucro para quem cultiva.

 

Por esse motivo, muitos produtores que estão localizados em regiões adequadas para o seu  plantio e com áreas disponíveis, vem, cada vez mais, investindo fortemente na cultura. No Brasil, os maiores produtores de algodão estão situados em municípios de Mato Grosso — estado responsável por cerca de 70% de toda a produção algodoeira no país.  

 

De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), na safra de 2020/2021, o estado registrou a produção de 4.842 mil toneladas da fibra, sendo 2.856,8 mil toneladas de caroço e 1.985,2 mil toneladas em pluma. 

Isso acontece porque a região em questão possui as condições climáticas adequadas para o cultivo da planta e, principalmente, a disponibilidade de terras para a cultura, que exige grandes espaços para um plantio em larga escala, que é mais viável economicamente.  

 

De um total de 1,6 milhão de hectares cultivados com a fibra no Brasil, cerca de 1,14 milhão de hectares estão localizados no Mato Grosso. O restante está espalhado pelo país, tendo a Bahia uma maior concentração de terras.  

Sapezal: Cidade que mais produz algodão no Brasil

Assim, não é surpresa ter um município mato-grossense como o campeão nacional na produção de algodão. Segundo dados do Sistema IBGE de Recuperação Automática (Sidra), Sapezal é a líder desse ranking. 

As fazendas localizadas no município produziram em 2020 mais de 990 mil toneladas de algodão herbáceo (em caroço). Isso significa 14% de toda produção nacional. Essa produção é obtida em lavouras que ocupam 204.059 hectares. 

De acordo com o histórico apresentado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tanto a área de cultivo quanto a quantidade plantada vêm aumentando significativamente desde 2004 no município.

O município do agronegócio brasileiro 

Com uma população estimada em 27.485 habitantes, Sapezal tem como carro chefe da economia o agronegócio, uma vez que é um dos municípios com maior concentração fundiária no país. 

O município jovem, com 27 anos, tem sua produção agrícola voltada para as culturas de soja, milho e algodão. Seu destaque na cultura do algodão se dá por sua localização na fronteira agrícola de maior nível tecnológico no Brasil, conforme estudo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Como Mato Grosso se tornou destaque na cultura

De acordo com a Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (AMPA), o estado se tornou tão importante para a cultura somente a partir da década de 2000, quando produtores do estado enxergaram o seu valor e, então, começaram a investir em estudos e tecnologias para desenvolver a cultura.

 

Depois de alguns anos, hoje o estado é líder na produção nacional, tanto em questões de qualidade do algodão quanto em quantidade. E, a cada safra, aumenta ainda mais a sua capacidade de produção da fibra. 

Leia mais:

Conheça as soluções da BASF para este cultivo: