Choose a location

    Tutor®: fungicida para citros e outras culturas

    Tutor®: fungicida para citros e outras culturas

      Não deixe que a sua lavoura tenha perdas de produtividade devido a incidência de doenças. Com o fungicida Tutor® você tem um eficiente controle fitossanitário no citros.

      Quando falamos de doença no cultivo de citros sabemos que a verrugose e a pinta preta podem trazer severos prejuízos, caso o manejo não seja feito corretamente. A pinta preta, por exemplo, ataca as folhas, ramos e frutos do citros que perdem valor de mercado para a comercialização in natura.

      Nesse sentido, a BASF oferece o fungicida Tutor®. Recomendado para uso preventivo, a solução também oferece efeito bactericida.

      A sua fórmula é composta de hidróxido de cobre que auxilia na inibição dos esporos dos fungos e no manejo de resistência.

      O fungicida Tutor® também é utilizado para o controle da cercosporiose no cultivo de café, da requeima na batata e pinta preta no tomate.

    Informações Técnicas

    Faça o download da bula, ficha de segurança e ficha de informação de segurança do produto para mais informações.

    Tutor®
    Benefícios
    Recomendado para uso preventivo.
    Possui efeito bactericida.
    Auxilia no manejo de resistência.
    Formulação diferenciada (WG).

      Veja como melhorar a produtividade do seu cultivo com o Tutor®:

      Para mais informações, faça o download da bula aqui.

    Cultivo de citros

      • cultivo do citros

        Iniciar o controle preventivo da pinta-preta no cultivo de citros quando 2/3 das pétalas da florada principal tiverem caído. Reaplicar mensalmente ou quando as condições forem favoráveis à ocorrência da doença. Para um manejo mais efetivo da pinta preta recomendamos fazer a aplicação do fungicida associado ao óleo mineral e rotacionado com aplicação de fungicidas específicos para o controle da doença.

        Para o controle da verrugose nos citros começar o manejo preventivo quando 2/3 das pétalas da florada principal tiverem caído e repetir a aplicação após 30 dias.

        Tabela de dosagem

        Alvo biológico
        Nome comum/científico

        Pinta-preta (Phyllosticta citricarpa), Verrugose (Elsinoe australis)

        Dose*
        kg p.c./ha

        -

        Dose*
        g p.c./100 Ld’água

        175 - 225

        Volume de calda (L/ha)
        2000

        Nº máximo de aplicações
        5

        p.c. = produto comercial (1 kg de Tutor® equivale a 691 g i.a. de Hidróxido de cobre).
        i.a. = ingrediente ativo.
        * Utilizar as maiores doses em áreas de alta incidência da doença e/ou para se conseguir um maior período de controle.

    Cultivo de café

      • cultivo do café

        O manejo no cultivo do café deve ser preventivo, de preferência a partir do mês de novembro. Reaplicar mensalmente ou quando as condições forem favoráveis à ocorrência da doença.

        Tabela de dosagem

        Alvo biológico
        Nome comum/científico

        Cercosporiose (Cercospora coffeicola), Ferrugem (Hemileia vastatrix)

        Dose*
        kg p.c./ha

        2,0 - 2,5

        Dose*
        g p.c./100 Ld’água

        -

        Volume de calda (L/ha)
        500

        Nº máximo de aplicações
        5

        p.c. = produto comercial (1 kg de Tutor® equivale a 691 g i.a. de Hidróxido de cobre).
        i.a. = ingrediente ativo.
        * Utilizar as maiores doses em áreas de alta incidência da doença e/ou para se conseguir um maior período de controle.

    Cultivo de batata

      • cultivo do batata

        Para o controle de doenças no cultivo de batata realizar a aplicação preventivamente. Repetir em intervalos de 7 dias conforme necessidade.

        Tabela de dosagem

        Alvo biológico
        Nome comum/científico

        Canela-preta (Erwinia carotovora subsp. carotovora), Pinta-preta (Alternaria solani), Requeima (Phytophtora infestans)

        Dose*
        kg p.c./ha

        1,5 - 3,0

        Dose*
        g p.c./100 Ld’água

        -

        Volume de calda (L/ha)
        500

        Nº máximo de aplicações
        6

        p.c. = produto comercial (1 kg de Tutor® equivale a 691 g i.a. de Hidróxido de cobre).
        i.a. = ingrediente ativo.
        * Utilizar as maiores doses em áreas de alta incidência da doença e/ou para se conseguir um maior período de controle.

    Cultivo de tomate

      • cultivo do tomate

        O manejo de doenças no cultivo do tomate deve ser preventivo. Se necessário, repetir as aplicações em intervalos de 7 dias.

        Tabela de dosagem

        Alvo biológico
        Nome comum/científico

        Cancro-bacteriano (Clavibacter michiqanensis subsp. michiqanensis), Mancha-bacteriana (Xanthomonas campestris pv. vesicatoria), Pinta-preta (Alternaria solani), Requeima (Phytophthora infestans)

        Dose*
        kg p.c./ha

        1,5 - 3,0

        Dose*
        g p.c./100 Ld’água

        -

        Volume de calda (L/ha)
        1000

        Nº máximo de aplicações
        6

        p.c. = produto comercial (1 kg de Tutor® equivale a 691 g i.a. de Hidróxido de cobre).
        i.a. = ingrediente ativo.
        * Utilizar as maiores doses em áreas de alta incidência da doença e/ou para se conseguir um maior período de controle.

      Composição 

      INGREDIENTES ATIVOS
      Hidróxido de cobre

      GRUPOS QUÍMICOS
      Inorgânico

      Concentração
      691 g.i.a/kg

      Formulação
      WG (Granulado Dispersível)

      Embalagem

      1 x 25 KG
      1 x 5 KG

      Uso exclusivamente agrícola. Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e restos de produtos. Incluir outros métodos de controle dentro do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Restrição temporária no Estado do Paraná para o alvo Phytophthora infestans na cultura do tomate. Registro MAPA: Tutor® nº 02908.

    TOP
    PROD-AEM