Choose a location

    Fastac® 100 SC: inseticida para algodão e outros cultivos
    Proteção de Cultivos e Sementes Fastac® 100 SC Inseticida

    Fastac® 100 SC: inseticida para algodão e outros cultivos

      Evite que as lagartas e bicudo tirem o potencial produtivo da sua lavoura de algodão. Com o inseticida Fastac® 100 SC você protege o seu cultivo de importantes pragas.

      Insetos como bicudo-do-algodoeiro e lagartas podem provocar prejuízos no cultivo do algodão, caso o controle não seja feito de forma adequada. As lagartas, por exemplo, danificam os botões florais e as maçãs das plantas, impactando no desenvolvimento do algodoeiro. Por isso, é importante fazer o manejo integrado de pragas e fazer uso de soluções eficientes para assegurar a sanidade da cultura de algodão.

      Atenta a esse desafio, a BASF oferece o inseticida Fastac® 100 SC. A solução é indicada para o controle do bicudo, lagarta-das-maçãs, lagarta-rosada e curuquerê.

      Fastac® 100 SC pertence ao grupo químico piretróide e age por contato e ingestão. O inseticida apresenta um controle diferenciado das principais pragas do cultivo de algodão, com destaque para o bicudo, um dos insetos mais devastadores da lavoura. 

      Fastac® 100 SC também é recomendado para o controle da lagarta-militar no milho, além da lagarta-da-soja e lagarta falsa-medideira na soja.

    Informações Técnicas

    Faça o download da bula, ficha de segurança e ficha de informação de segurança do produto para mais informações.

    Fastac® 100 SC
    Benefícios
    Alta eficiência do bicudo do algodoeiro.
    Controle diferenciado para as lagartas da soja.
    Rapidez no controle.

      Veja como melhorar a produtividade do seu cultivo com o inseticida Fastac® 100 SC:

    Cultivo de Algodão

      • Para o manejo do bicudo na lavoura de algodão iniciar a aplicação assim que o nível de infestação atingir 10% dos botões florais atingidos. Efetuar uma bateria de 3 aplicações no período de uma semana. O controle do curuquerê deve ser feito quando forem encontradas 2 lagartas por planta. Já para a lagarta-rosada iniciar o tratamento assim que forem identificadas 5% de maçãs atingidas. Não ultrapassar 3 aplicações.

        ALVO BIOLÓGICO 
        NOME COMUM / NOME CIENTÍFICO

        Curuquerê (Alabama argillacea)

        DOSE
        ml P.C./HA
        75

        Volume de calda
        (l/ha)

        150 - 300

        N° MÁXIMO DE APLICAÇÕES
        3

        ALVO BIOLÓGICO 
        NOME COMUM / NOME CIENTÍFICO

        Bicudo (Anthonomus grandis)

        DOSE
        ml P.C./HA
        300

        Volume de calda
        (l/ha)

        150 - 300

        N° MÁXIMO DE APLICAÇÕES
        3

        ALVO BIOLÓGICO 
        NOME COMUM / NOME CIENTÍFICO

        Lagarta-das-maçãs (Heliothis virescens)

        DOSE
        ml P.C./HA
        200 - 300

        Volume de calda
        (l/ha)

        150 - 300

        N° MÁXIMO DE APLICAÇÕES
        3

        ALVO BIOLÓGICO 
        NOME COMUM / NOME CIENTÍFICO

        Lagarta-rosada (Pectinophora gossypiella)

        DOSE
        ml P.C./HA
        150

        Volume de calda
        (l/ha)

        150 - 300

        N° MÁXIMO DE APLICAÇÕES
        3

        p.c. = produto comercial (1 litro de Fastac® 100 SC equivale a 100 g i.a. Alfacipermetrina).
        i.a. = ingrediente ativo.
        * Utilizar as maiores doses em áreas de alta incidência da praga e/ou para se conseguir um maiorperíodo de controle.

    Cultivo de Milho

      • cultivo de algodão

        O controle da lagarta-militar no cultivo do milho deve ser feito quando o nível de infestação da praga atingir 20% de plantas atacadas. Não faça mais de 2 aplicações.

        ALVO BIOLÓGICO 
        NOME COMUM / NOME CIENTÍFICO

        Lagarta-militar (Spodoptera frugiperda)

        DOSE
        ml P.C./HA
        50

        Volume de calda
        (l/ha)

        150 - 300

        N° MÁXIMO DE APLICAÇÕES
        2

        p.c. = produto comercial (1 litro de Fastac® 100 SC equivale a 100 g i.a. Alfacipermetrina).
        i.a. = ingrediente ativo.
        * Utilizar as maiores doses em áreas de alta incidência da praga e/ou para se conseguir um maiorperíodo de controle.

    Cultivo de Soja

      • cultivo de amendoim

        No cultivo de soja o controle de lagarta-da-soja e da lagarta falsa-medideira deve ser iniciado quando atingir o nível de 40 lagartas por pano de batida*. É importante utilizar uma dose menor se a planta de soja estiver no desfolhamento. Realizar no máximo 2 aplicações.

        *A batida de pano faz parte do Manejo Integrado de Pragas, o MIP, e deve ser intensificado na lavoura de soja após o estádio de florescimento.

        ALVO BIOLÓGICO 
        NOME COMUM / NOME CIENTÍFICO

        Lagarta-da-soja (Anticarsia gemmatalis)

        DOSE
        ml P.C./HA
        100 - 120

        Volume de calda
        (l/ha)

        150 - 300

        N° MÁXIMO DE APLICAÇÕES
        2

        ALVO BIOLÓGICO 
        NOME COMUM / NOME CIENTÍFICO

        Lagarta-falsa medideira (Pseudoplusia includens)

        DOSE
        ml P.C./HA
        120

        Volume de calda
        (l/ha)

        150 - 300

        N° MÁXIMO DE APLICAÇÕES
        2

        p.c. = produto comercial (1 litro de Fastac® 100 SC equivale a 100 g i.a. Alfacipermetrina).
        i.a. = ingrediente ativo.
        * Utilizar as maiores doses em áreas de alta incidência da praga e/ou para se conseguir um maiorperíodo de controle.

      Composição

      INGREDIENTES ATIVOS
      Alfa-Cipermetrina

      GRUPO QUÍMICO
      Piretróide

      Concentração
      100 g.i.a/L

      Formulação
      SC (Suspensão Concentrada)

      Embalagem

      10 x 1 L
      4 x 5 L

      Uso exclusivamente agrícola. Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e restos de produtos. Incluir outros métodos de controle do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Restrição temporária no estado do Paraná: Fastac® 100 SC para o alvo Heliothis virescens na cultura do algodão. Registro MAPA: Fastac® 100 SC nº 04496.

    TOP
    PROD-AEM